Séries:

LOST: Folhinha de Repostas

Sem realizar pesquisas aprofundadas em sites especializados, é perfeitamente possível responder os vários questionamentos (muitos deles impertinentes, como apontei aqui) feitos pela Folha de São Paulo numa matéria que objetivava apontar falhas e atrasos na resolução dos mistérios de LOST. É óbvio que em nenhum momento proponho que  LOST seja interpretado como um drama perfeito. Ao longo de 3 anos de cobertura neste blog, apontei sem ressalvas os vários problemas que a série já apresentou. É descabido, contudo, afirmar que tal resposta está atrasada, sendo que respondida está. O excelente blog Dude, We Are Lost! trouxe luz a vários dos questionamentos tontos que o jornal fez, seja utilizando fatos já demonstrados na série ou a mínima capacidade de inferência, dedução e/ou interpretação. Com a autorização dos autores Davi Garcia e Juliana Ramanzini, reproduzo aqui as considerações dos especialistas com alguns complementos que fiz e juntos respondemos cerca de dois terços das perguntas consideradas “em aberto” pela tal publicação:

O que é a ilha e por que ela tem poderes?

LiGado em Série: É sério que os autores queriam de cara a resposta de um dos mais basilares elementos de LOST, a ilha? Ainda que não exista até o momento uma revelação definitiva sobre a natureza do lugar, em Ab Aerterno já nos foi explicado para que ela serve: conter os domínios do Inferno como se fosse a rolha de uma garrafa que impede que seu conteúdo se derrame. Por que ela tem poderes? Realmente não se sabe, mas certamente tem algo a ver com a intrigante mitologia e os vários arquétipos representados na série e que os referidos jornalistas não tiveram sequer o cuidado em considerá-los na matéria.

O que são os números 4, 8, 15, 16, 23 e 42?

Dude: Inicialmente apenas uma marca referencial da série (vide suas diversas aparições), a sequência teve seu papel revelado na 6ª temporada (The Substitute) quando ressurge como a representação dos candidatos de Jacob (4 – Locke, 8 – Reyes, 15 – Ford, 16 – Jarrah, 23 – Shephard, 42 – Kwon). LiGado em Série: Já a iniciativa Dharma acreditava que estes números representavam variáveis de ordem natural e humana que compunham a equação de um matemático chamado Enzo Valenzetti, fórmula que supostamente preveria o fim do mundo. Isso foi revelado no game de realidade alternativa de LOST antes da 3ª temporada da série. Assim, considerando a importância dos “candidatos” na trama, podemos deduzir que tais números (e seus correspondentes humanos) serão sim fundamentais no desenrolar dos eventos para evitar o fim do mundo, que é iminente na história.

O que criou a realidade alternativa?

Dude: Impossível responder algo que não existe na série, já que produtores e roteiristas cansaram de repetir que o recurso narrativo explorado na 6ª temporada trata-se de uma realidade paralela e não alternativa. LiGado em Série: E sobre o que criou a realidade paralela, a resposta já nos foi dada de forma cristalina no episódio Happily Ever After quando, em uma epifania, o então músico Daniel Faraday admitie que pode ter criado a nova realidade explodindo uma bomba atômica. E foi ele, na 5ª temporada, o principal arquiteto do plano que culminou na explosão da ogiva Jughead pelas mãos de Juliet.

Quem são Jacob e o Homem de Preto?

LiGado em Série: Não há uma resposta definitiva, mas um pouco de filosofia para interpretá-los não mata ninguém. Jacob e o Homem de Preto representam forças na ilha, como o yin e yang, que se opõem e se completam, desempenhando funções ao longo dos séculos. Jacob é o responsável por acreditar no bem inerente ao ser humano e trazer as pessoas na ilha em busca de candidatos para a missão de proteger o local da corrupção e do mal emanado pelo Homem de Preto e sua terrível (e temida) nuvem de fumaça. O Homem de Preto quer, a todo custo, provar que todos podem ser facilmente corrompidos. E se considerarmos que precisamos de pessoas boas para manter a ilha constantemente protegendo o mundo da danação infernal, é missão zero de Jacob impedir o avanço do domínio do mal sobre a ínsula (e isso responde De que a ilha precisa ser protegida?).

Por que o Homem de Preto não pode matar Jacob? Há uma regra contra isso?

LiGado em Série: A pergunta mal formulada não faz o menor sentido no fechamento da matéria (domingo, 25/04), simplesmente porque Jacob morto está. Agora, “Por que o Homem de Preto não podia matar Jacob?” (e que deveria ter sido a pergunta correta), realmente não se sabe, mas o episódio que encerrou a 5ª temporada, The Incident, deixou evidente a existência de algo (talvez sim, uma regra) que impedia um ser de tomar ação direta sobre o outro, tanto que o Homem de Preto corrompeu Benjamin Linus para fazê-lo em seu lugar. Assistir a série é o básico.

Os mortos na ilha realmente morreram?

LiGado em Série: O episódio Dead is Dead não deixou dúvidas que sim. Nenhum morto na ilha voltou à vida. Alguns como Christian Shepard, Yemi e Locke tiveram suas formas assumidas pela entidade Homem de Preto, como foi respondido em The Last Recruit. Muitos mortos retornaram à série, mas em contextos narrativos distintos como flashbacks, flashforwards e flashsideways, recursos que podem ser deveras confusos para quem não acompanha a série.

O que está à sombra da estátua?

Dude: Absolutamente nada. É tão difícil assim entender que a pergunta tratava-se de uma senha que servia para identificar os aliados de Jacob? O episódio LA X deixou isso bem claro. LiGado em Série: Como o blog Dude perfeitamente resumiu, a tal pergunta era a senha que Ilana utilizou para identificar Ricardus (séculos depois conhecido como Richard Alpert), no início da temporada.

Por que as grávidas morrem na ilha?

Dude: Mais óbvio que em decorrência de complicações na gestação impossível. LiGado em Série: Isso também já foi perfeitamente respondido nas temporadas 2 e 3 da série, pois as propriedades curativas da ilha, atrapalhadas pelos experimentos magnéticos conduzidos pela Dharma, passaram a entender o feto como uma doença (um corpo estranho) e o processo de cura acabava matando a genitora à medida que a gestação avançava. Por isso Sun precisou sair da ilha às pressas para ter Ji Yeon. Isso não aconteceu com Claire e Russeau, por exemplo, pois elas já chegaram na ilha grávidas. Isso explica, ainda, o recrutamento da obstetra Juliet pelos remanescentes Dharma, já que as grávidas do local estavam morrendo. Ah, e justifica de quebra os experimentos que Ethan conduziu em Claire quando a sequestrou na 1ª temporada.

Por que a ilha tem efeito curativo nas pessoas, mas não curou o câncer de Ben?

LiGado em Série: Eles realmente querem tudo mastigado, né? Ora, com um esforço mental mínimo dá pra lembrar que Ben já havia sido salvo pela ilha quando criança ao ser levado pelos sobreviventes até o templo (ele tomou um tiro de Sayid). Provavelmente isso está diretamente relacionado ao fato dele não mais ser passível aos poderes regenerativos da ilha. Além disso, duvido que após a purgação o pessoal do templo o aceitaria de volta para novamente salvar sua vida.

Por que os Outros falam latim?

Dude: Imagine que você faça parte de um grupo cercado de segredos e regras. Como não entregá-los a supostos intrusos/curiosos? Usar uma língua morta e desconhecida pela maioria seria uma solução bem racional, não? Pois é. LiGado em Série: Festinare docetVolenti nihil difficile.

Por que há símbolos egípcios na ilha?

Dude: Para evidenciar o óbvio: a história daquele lugar é tão antiga quanto a dos construtores das pirâmides. LiGado em Série: Pirâmides, templos, poços… Enfim, as diversas estruturas que se encontram na ilha, já que também ficou estabelecido ao final da 5ª e início da 6ª temporada que há séculos Jacob vem atraindo povos de todos os tempos, tipos e culturas para lá na eterna busca de seu candidato.

O que é o templo? Por que a fonte tem propriedades curativas?

Ctrl+C, Ctrl+V da Wikipédia: Templo (do latim templum, “local sagrado”) é uma estrutura arquitetônica dedicada ao serviço religioso. O termo também pode ser usado em sentido figurado. Neste sentido, é o reflexo do mundo divino, a habitação de Deus sobre a terra, o lugar da Presença Real. É o resumo do macrocosmo e também a imagem do microcosmo. LiGado em Série: Um templo é um templo em qualquer lugar. Seria o mesmo que perguntar “o que é o píer do submarino?” E não é arriscado especular que a fonte tem propriedades curativas (como a ilha) justamente porque lá é um local sagrado e o templo fora construído ao seu redor, como forma de guardá-la e protegê-la.

O que quer dizer “a ilha não terminou com você”?

Dude: Err… que você talvez ainda tenha um importante papel a desempenhar? LiGado em Série: Homer Simpson assistindo TV de cueca e bêbado com Duff respondia esta sem pestanejar.

Por que a Iniciativa Dharma não tentou enviar nova equipe para a ilha depois do extermínio promovido por Ben?

LiGado em Série: Meu Deus! Eles não assistiram nada desta série? Bom, primeiro porque Ben exterminou TODA a Iniciativa Dharma que estava na ilha, com exceção de seus comparsas, né? Segundo que logo após fazer isso, ele se certificou, através das Estações Espelho e Cisne, que a ilha ficasse completamente escondida do mundo. Com isso a Hanso Foundation, responsável por custear a Iniciativa Dharma, simplesmente não conseguiu mais localizar a ilha e encerrou suas atividades. E foi apenas com a implosão da escotilha Cisne por Desmond que esta proteção eletromagnética cessou, permitindo que Charles Widmore, o maior interessado em voltar ao lugar, localizasse a ilha e chegasse com seus mercenários para caçar Ben (olha como o ciclo se fechou). Muito bem explicado pela própria série! Dica: rever a 3ª temporada antes de perguntar o óbvio.

O que aconteceu com Walt?

LiGado em Série: Saiu da ilha com o pai Michael na 2ª temporada e foi morar com a avó. O garoto foi visto por Locke saindo da escola 3 anos após deixar a ilha e o moleque ainda visitou Hurley no manicômio. Walt não apareceu mais na série desde então, mas quer saber um segredo? Ele vai voltar pra trazer a solução derradeira para esta importantíssima questão.

Por que o exército levou uma bomba atômica para a ilha nos anos 50?

Dude: Fazer testes, para o que mais? LiGado em Série: Desde o episódio piloto de LOST sabemos que a ilha tem qualidades e propriedades especiais. Jacob há séculos leva pessoas de todos os tipos para a ilha, inclusive militares nos anos 50 que muito provavelmente transportavam uma bomba atômica em sua embarcação. Pós-guerra x bomba atômica. Uma aulinha de história já resolvia essa.

O que aconteceu depois que Juliet fez a bomba explodir?

Dude: Que tal efetivamente começar a assistir a 6ª temporada? LiGado em Série: Respondendo de forma ainda mais direta, Ju e Davi (vai que ainda assim eles não entendem), depois que Juliet fez a bomba explodir a 6ª temporada se iniciou, trazendo um recurso narrativo inédito na série que criou duas realidades temporais distintas – estas que chamamos de realidades paralelas – e os eventos podem ser muito bem acompanhados assistindo do episódio LA X pra frente.

Quem vai assumir o lugar de Jacob?

LiGado em Série: Certamente não vai ser uma dupla de jornalistas desinformados e preguiçosos. Desculpem, não aguentei. É claro que isso vai ser respondido NO FINAL DA SÉRIE, NÉ?

Em que tempo as pessoas na ilha estão?

Dude: 2007, mesmo período em que aqueles (como Ben, Sun e Lapidus) que voltaram à ilha no Ajira 316 e não viajaram no tempo já estavam. Qual a dificuldade em concluir isso? LiGado em Série: O voo 815 cai em 2004, eles passam 108 dias na ilha, alguns saem, outros ficam, a ilha começa a se mover no tempo e, três anos depois, os que saíram voltam no voo Ajira e a ilha retorna para o ano de 2007. Então, 2007.

Será que todos os personagens vão conseguir sair vivos da ilha?

LiGado em Série: Vou fingir que esta pergunta não foi feita.

De 30 questionamentos, uns 20 foram respondidos. Outros, claro, ainda não têm solução e alguns, como este último, não têm sequer coerência. Satisfatórias ou não, a critério de cada espectador, as respostas existem. Alegar “desconhecimento” é atestar a própria ignorância diante de quase 6 temporadas inteiras já exibidas. Acusar a morosidade nas respostas é, conforme comprovado acima, um absurdo. Ainda faltam 5 episódios inteiros (3 antes do final e o final em si, que será duplo), ou seja, quase 4 horas de LOST até o dia 23/05 para que os mistérios restantes possam ser resolvidos. Ou não. Afinal, quem disse que é obrigação deles esgotar cada interrogação?

Nota do Editor: Ainda que algumas respostas aqui apresentadas sejam sim especulativas, agradeço às dezenas de comentários em poucos minutos, sejam concordando, discordando ou apresentando novos fatos e teorias, mostrando que vocês leitores estão sim interessados em repercutir a série em vez de meramente criarem perguntas e esperar uma resposta mastigada da série. A promoção da discussão é um dos grandes méritos de LOST. Obrigado a todos que estão participando!

Bruno Carvalho
é crítico e especialista em TV, tradutor, advogado e fã de séries desde que foi fisgado por Friends em 1994 e hoje é o editor-chefe do site de séries mais seguido do Brasil! Contato: contato@ligadoemserie.com.br
http://twitter.com/ligadoemserie

Categorias: LOST

Postado em: 27/04/2010 | 0:01