Séries:

The Good Wife: Doubt

The Good Wife (1×18: Doubt): Eu gosto muito de comparar o desempenho de The Good Wife com o de Boston Legal, drama jurídico da ABC que seguia uma narrativa completamente diferente deste show da CBS. No final das contas, ambas séries cumprem um papel extremamente importante: o de incisivamente criticar o sistema jurídico americano que não isoladamente é o palco de pequenas e grandes injustiças. Em Doubt praticamente saíram de cena os casos pessoais de Alicia e família para dar lugar a um interessantíssimo litígio que deflagrou uma notória falha do julgamento por júri, mormente quando é permitida a transação das partes. Durante quase todo o episódio o espectador foi uma espécie de silente 13º jurado naquela sala de deliberações e acompanhamos, ainda que de forma romantizada, o longo, exaustivo e relevante trabalho de determinar o destino de uma pessoa com base na apreciação de provas e, claro, no convencimento da persuasão de advogados de defesa e promotores. Mas o tapa na cara do Sistema veio naquele último close na lixeira, acima retratado na foto, com o resultado da inocência da moça obtido por unanimidade e que nunca virá à tona em face do acordo de última hora entre os litigantes. Eu não tenho dúvida que isso acontece em tribunais de todo o mundo. Afinal, como fica o compromisso do Estado com o processo e a busca pela verdade? Infelizmente The Good Wife evidencia de forma corajosa e com um mero take numa lata de lixo que hoje tudo é negociável. O medo e a incerteza do veredicto vira uma moeda de barganha comprada pelo desespero nos fóruns da vida. A justiça por natureza é injusta e isso é uma triste e inafastável realidade.

Bruno Carvalho
é crítico e especialista em TV, tradutor, advogado e fã de séries desde que foi fisgado por Friends em 1994 e hoje é o editor-chefe do site de séries mais seguido do Brasil! Contato: contato@ligadoemserie.com.br
http://twitter.com/ligadoemserie

Categorias: Críticas, The Good Wife

Postado em: 23/04/2010 | 0:01