Séries:

O Retorno das Comédias que Fazem Rir

Depois das decepcionantes estreias das novas comédias do fall season, que delícia foram os retornos de Modern Family, The Office, Community e Parks and Recreation, hein? A primeira, recém ganhadora do Emmy, regressou para a 3ª temporada com 2 episódios seguidos que, em cenários e situações distintas, comprovam sua maturidade e evidenciam que ela sabe exatamente como usar e o que fazer com cada um daqueles personagens. Dessa forma, “Dude Ranch” (o primeiro episódio) faz graça, usando uma ambientação diferente (a ida da família para um rancho), para falar das inseguranças daqueles personages (a de Phil em relação ao sogro Jay, a deste em relação à juventude da esposa Gloria, a de Mitch sobre a possibilidade de ter que criar um menino e a de Claire em relação às escolhas da filha mais velha). Já o segundo, “When Good Kids Go Bad”, trata, de uma forma muito divertida e inteligente, do mal exemplo que os pais dão com atitudes impensadas e que os filhos fatalmente replicam de um jeito ou de outro como fica evidenciado, por exemplo, nas ações da pequena Lily (agora uma simpática garotinha um pouco mais velha e falante) frente o anúncio de que Cam e Mitch adotariam um menino. Não sei se vocês concordam comigo, mas a minha percepção é a de que Modern Family voltou com tudo para justificar o caminhão de prêmios que recebeu.

The Office, que agora em sua 8ª temporada tem a complicada missão de provar que funciona sem Michael Scott (Steve Carell), começou muito bem com “The List”, episódio que revelou, finalmente, quem foi o escolhido para substituir o antigo chefe. E se por um lado a decisão de tornar Andy o novo gerente da Dunder Mifflin de Scranton não foi tão impactante assim, por outro foi muito interessante e divertido vermos como um personagem com características tão diferentes (ele não é tão nonsense como Michael era, por exemplo) se sairia em seus primeiros momentos à frente daquela filial. E já nessa primeira oportunidade, que teve uma boa piadinha envolvendo a mania besta do planking; a descoberta da nova brincadeira favorita do Stanley e as incansáveis bizarrices de Dwight (que tal a cena em que ele comanda um ataque a outro grupo?), foi impossível não virar fã do ‘novo’ Andy. Inseguro por natureza, ele acabou meio que acidentalmente ganhando a confiança de seus funcionários ao agir de forma inocente e desajeitada na defesa dos losers do escritório apontados por Robert California (James Spader, que aparece muito bem, aliás), o novo CEO da Sabre que traz uma dinâmica diferente e bem vinda à série. Sei que muitos já abandonaram The Office, mas os que seguiram com ela devem ter a certeza que eu tive depois desse retorno: mesmo veterana, a série ainda parece ser capaz de fazer rir e até, vejam só, emocionar como o desfecho do episódio mostrou. Tem combinação melhor?

Quem não assiste deve achar exagero, mas é impressionante como Community consegue ser genial mesmo quando faz um episódio essencialmente preparatório para os temas da temporada. “Biology 101”, episódio que abriu o 3º ano da série, revelou, na figura do vice-reitor de voz imponente (seja bem vindo, John Goodman!), aquele que promete ser o grande ‘vilão’ da vez que fará companhia a Chang (agora segurança de Greendale) e, claro, Pierce na missão de atormentar terceiros e nos divertir no processo. E como se isso já não fosse o bastante, Community ainda usou a abertura para sacanear Glee (o que é sempre um prazer, confesso) e explorou, ao longo do episódio, várias boas referências nada gratuitas que serviram tanto para fazer piada com outras séries (até Breaking Bad foi lembrada) e gostos de um personagem (vide Abed e sua nova série favorita, Inspector Spacetime, sátira de Dr. Who) quanto para desenvolver algum novo contexto para outro (como a homenagem a 2001: Uma Odisséia no Espaço feita na pequena ‘viagem’ de Jeff, por exemplo). E assim, depois desse retorno brilhante, só me resta torcer para que as palavras de Jeff ao final do episódio (“Então esse é o ano que morreremos”) não se confirmem de fato para a série por conta da ridícula audiência que os americanos insistem em dar para ela. Shame on you, americans!

Parks and Recreation nunca foi a minha comédia favorita, mas entendo perfeitamente quem a tem como #1 da lista. Afinal, como não ser fã de uma produção que saiu de uma 1ª temporada apenas razoável para consolidar-se, ao longo dos três anos subsequentes, como uma das séries mais sólidas e relevantes do gênero? Com roteiros inteligentes e tramas ágeis e sobretudo divertidas, Parks beneficia-se por ter um elenco afiadíssimo que está sempre no tom certo observando as nuances de cada personagem. Em “I’m Leslie Knope”, tivemos um belo tira-gosto do que veremos na temporada a partir da candidatura de Leslie (a sempre eficiente Amy Poehler) à câmara municipal e sua dificuldade para equilibrar o romance com Ben (com quem divide a ótima cena vista no finalzinho do episódio). Fora isso, como não achar graça da falta de noção de Tom, das atitudes em tom de trollagem do burocrata Ron (“Se precisarem de alguma coisa… Resolvam vocês mesmos como adultos!”) ou com as pequenas confusões na sede da administração de Pawnee como, por exemplo, a que envolve Ann e a bizarra consultoria de saúde (“Uau, sua inbox está cheia de pênis!”) que ela acaba encarando?

E vocês, o que acharam dos retornos desse quarteto fantástico?

Davi Garcia
é administrador, cinéfilo, viciado em séries desde a estreia de The X Files, colecionador entusiasta do formato Blu-ray. Fundador dos lendários blogs Dude, We Are Lost! e DudeNews.
http://twitter.com/dav1garcia

Postado em: 26/09/2011 | 23:45

  • Bom eu não rio de nenhuma dessas xD

  • Bruno Carvalho

    Que triste deve ser viver assim…

  • Felipe

    cite=”#commentbody-4573″>
    Douglas Elias :
    Bom eu não rio de nenhuma dessas xD

    idem

  • José

    Sou + BMS! ;)

  • Anônimo

    Melhor e mais injustiçada série de comédia: Community!

  • @fernandoironic

    Eu ri demais com a entrada de Community no estilo Glee. E do Abed com medo por Cougar Town (Six seasons and a movie) kkkkkkkkk. Eles se superam nessas piadas sutis.rs

    Modern Family voltou muito bem. E a nova Lily só faz o Cam ficar ainda mais engraçado, excelente sacada de envelhecer a personagem.

    E Raising Hope da Fox, vocês não acompanham, não curtem? Gosto demais da série, especialmente da Cloris Leachman, que me mata de rir a cada cena. Achei que essa série voltou bem também.

  • Le

    Certamente tu não conhece How I met your mother!!

  • Le

    Mas concocordo que Modern Family é demais, já Parks and Recreation acho mt besta!! humor fraco..

  • @fernandoironic

    E confesso que eu sou desses que ri TODA vez que Community sacaneia Glee. Aquele da temporada anterior (2×21 eu acho) que eles lembram quando substituiram o Glee club porque eles morreram num acidente de ônibus, eu ri demais da cena! rs

  • Fernando

    Tá muito pessoal essas últimas entradas do site. Críticas da fall season, vocês estão fazendo isso errado.

  • Eduarda

    Foi uma alívio o retorno dessas séries, pq depois da tortura que foi essas novas “comédias”, que não divertem ninguém, com piadas prontas, sem graça,etc, etc, mais infelizmente é o estilo que americano preguiçoso gosta! vai doer muito se Community for cancelado e uma dessas novas porcarias com 2 broke Girls ser renovada , é triste que o Emmy nada mais é, do que um concurso de popularidade, pq só assim glee ser indicada a qualquer coisa e o pessoal de Greendale não.

  • Oli x

    Bom eu não rio de nenhuma dessas xD 2

  • @fernandoironic

    Eu sou fã de HIMYM mas achei esse começo tão morno perto da temporada anterior que teve vários episódios bons. Mas logo melhora né.

  • Davi Garcia

    Conheço e gosto, mas não tanto quanto as citadas neste post.

  • Davi Garcia

    Um blog de OPINIÃO deve sempre ter a visão pessoal de seus autores, não? Esperar algo diferente disso sim é que é errado.

  • Sei que cada um tem uma opinão e tal, mas How I Met Your Mother não é nem 50% tão engraçada quanto Parks And Recreation e Community.

    Aliás, o que Parks e Community têm de geniais, HIMYM tem de medíocre.

  • Parks And Recreation e Community são as duas melhores comédias da tv.

  • Lucas

    Ainda não assisti Parks, mas acompanho as outras três (minhas favoritas por sinal). Estamos tendo uma fall season decepcionante quanto a maioria das séries (assino embaixo quanto aos textos referentes às piores estréias de drama e comédia) e as season premieres dessas quatro séries provaram porque são comédias que valem a pena serem assistidas.

    O que me decepciona quanto essas estréias são as audiências dadas a elas. Community e The Office tiveram baixa audiência na semana passada e são séries que merecem mais. O mesmo problema de audiência ocorreu com a estréia de Fringe na sexta. Será que nós brasileiros apreciamos essas séries mais do que os próprios americanos?

    Community me surpreendeu com essa estréia da 3ª temporada. Seria uma pena (e principalmente uma VERGONHA) se esse for o último ano da série. Espero que não aconteça. Mas Community foi vencedora de prêmio de crítica esse ano. Espero que isso seja algo que salve a série.

  • Humberto Deveza

    Davi sempre afinado demais nas séries que curte. Eu, infelizmente, só vejo Community e Modern Family, as quais venero e me divirto pra caramba. Tô na 2a temporada das duas ainda, mas acho que ambas – se continuarem nessa toada- têm capacidade para serem as melhores de comédia da temporada. Além de elenco forte e em plena sintonia, têm sacadas muito geniais, principalmente Community. Fazem muito com pouco.

    E pra quem comparou HYMYM, acho inaceitável. Essa, não tô nem julgando mérito, tá mais para ser comparada com Two and a Half ou Friend, séries que pra mim não chegam nem aos pés da capacidade que as duas de cima têm de fazer rir e serem geniais ao mesmo tempo.

  • Pedro

    eu tiraria modern family e adicionaria always sunny.

  • Bruno Carvalho

    Peraí. Então, Fernando, você queria CRÍTICAS não PESSOAIS? Como se faz uma crítica não pessoal? Me explica? A BASE da crítica é o referencial, ou seja, a experiência e conhecimento aplicado pelo AUTOR na análise subjetiva das produções.

    Você é que está com um conceito errado. Este SEMPRE foi e SEMPRE será um blog de opiniões PESSOAIS.

  • Vinícius Barros

    Eu também gostei muito de Modern Family e Parks. Dá até vergonha alheia em ver as magras novas comédias que estrearam, uma pior que a outra…

    Agora Community, pisou na bola, nao? Achei bem fraquinho… John Goodman tá uma caricatura ambulante, bem forçado e com uns trejeitos não espontâneos… Tomara que melhore.

    P.S. Nossa senhora, cada comentário aqui que vou te dizer, hein?

  • Estou ansiosa pelo o que está por vir em Parks and Recreation. Você esqueceu de citar a participação da Patricia Clarkson no elenco como a Tammy #1. Vai ser muito foda, mal posso esperar!

  • Eu não tiraria modern family, que é boa demais, mas realmente foi um pecado deixar IASIP de fora. Na minha opinião, foi o melhor season premiere dessa fall season até agora!
    Mas talvez ela seja menos mainstream porque é um humor negro e ácido demais, sei lá.

  • Davi Garcia

    It’s Always Sunny in Philadelphia nunca foi mainstream mesmo, mas acredite, não foi isso que a fez ficar de fora desse post. A explicação é simples na verdade: infelizmente, ainda não assisti a premiere :S

  • Davi Garcia

    Ótima lembrança, Milcia. A adesão da Clarkson, mesmo que recorrente apenas, promete bons momentos para a temporada de Parks.

  • licaro

    Amo todas essas series, mas faltou how i met your mother que voltou muito bem .

  • Aline

    Como eu gosto de rachar de rir, Parks and Recreation foi, de longe, minha volta favorita.
    Community estou começando a ver agora e fiz a bobagem de iniciar no final da segunda temporada, então ficou confuso. Mesmo assim, já deu pra sacar que é genial (vou ver desde o início agora).
    Modern Family achei bem previsível. E isso é um elogio, hehe.
    Já The Office… sinceramente, me decepcionei muito. Sei lá, teve bons momentos aqui e ali, mas no geral, achei a narrativa fraca, não deu “liga”. O combo Robert California e “novo” Andy pode até ser interessante, original e tal, mas não achei cômico. De qualquer modo, ainda é muito cedo pra cravar uma opinião sólida.

  • Lucas

    Se Community for cancelada, ”i don’t want to live in this world anymore” :/

  • Parks está praticamente em uma sequência de duas temporadas de episódios satisfatórios. Incrível como ela tem conseguido manter o alto nível, mesmo com a adição de personagens novos (Ben e Chris).

    Modern Family fez valer a pena todos os prêmios que levou há algumas semanas no “Modern Family Awards”. O que mais gostei foi a nova Lily dando um fôlego novo à série, assim como aquela divertida sequência na cozinha com a família Dunphy trollando a Mrs. Bossy.

    Já Community, apesar de não ter tido o melhor retorno das comédias (ainda preferi Parks), não deixa de ter sido genial. Muito cruel e divertido ao mesmo tempo vê-los tirando sarro de si mesmos, como vimos no musical de abertura todo trabalhado na metalinguagem e no discursinho final do Dean. Eles sabem que o cancelamento está cada vez mais próximo e decidiram usar isso como material de piada. Genial.

  • Pingback: O Fall Season Comentado « Ligado em Série()