How I Met Your Mother

por Bruna Bottin

How I Met Your Mother foi por muito tempo a minha comédia favorita. Suas primeiras temporadas são de chorar de rir e eu simplesmente amei ouvir as histórias intermináveis do arquiteto Ted Mosby, todas com o objetivo de chegar naquele ponto importante que dá nome a série: como ele conheceu a mãe de seus filhos. Devo avisar que ao longo dessas sete temporadas a série caiu algumas posições, e penso isso pois a comédia que antes parecia criativa começou a se tornar repetitiva. Nas redes sociais podemos ver muitas brincadeiras a respeito do show, que já teve um novo título sugerido pelos fãs: How I Did Everything Except Meet Your Mother. Existem os que pedem para a série continuar mesmo depois da identidade da mãe revelada. Já eu estou esperando que a comédia ganhe um final decente na próxima temporada – que já está garantida. Durante os catorze capítulos que já foram ao ar entre 2011-2012, vimos pouca novidade e muita reciclagem. Na tentativa de relembrar o excelente ano de estreia, descobrimos a identidade de outra mulher importante na vida de Ted, a Slutty Pumpkin, que foi interpretada por Katie Holmes.

Surgiu também um novo personagem, o terapeuta Kevin, que acabou virando o par romântico de Robin. Fiquei super decepcionada com essa participação, pois gosto muito do trabalho do ator Kal Penn (House) e seu personagem acabou virando um “tapa buracos” insosso e desinteressante.Quem está acompanhando o atual momento de How I Met Your Mother percebe, no entanto, que algumas histórias estão tomando um rumo, como por exemplo a mudança de Marshall e Lily. No último episódio que foi ao ar, 46 Minutes, o casal arruma as malas e vai de fato morar no subúrbio, deixando o resto do grupo abandonado. Mas foram vinte minutos de histórias recorrentes e piadas que já ouvimos. Até a doppelganger da Lily apareceu e o Barney soltou um dos seus Legendary! Sinto que o aclamado Barney Stinson já não é mais tudo o que era antes e, assim como a Robin, são dois personagens que se perderam nesses 7 anos. Ted teve tantas possíveis futuras mães de seus filhos que agora parece que está até difícil para os roteiristas desenvolverem em cima desse tema, com medo de sofrer aquela decepção quando escolherem a “mãe oficial”. Como vem se tornando rotineiro, esse foi mais um capítulo que serviu apenas para mostrar que a série precisa trabalhar muito no decorrer da temporada para voltar a fazer rir como antes.

Tags: , , ,

Comente no Facebook