Séries:

#ListaLigada: as músicas que embalam as séries

sense8

Dar tom, criar clima, complementar ou transformar a atmosfera de uma cena: uma boa trilha sonora faz isso e muito mais. Ela é capaz de emocionar, amplificar a carga dramática, fazer rir, nos ajudar a entender melhor o estado de espírito de um personagem, entre tantas outras coisas. Existem muitas séries arrasando nesse quesito, e aposto que em algum momento vocês já se encantaram com alguma trilha.

The Sopranos, Mad Men e Sons of Anarchy, apenas para citar algumas, são séries que souberam usar muito bem esse recurso. A última, por exemplo, emocionou inúmeras vezes com sua trilha ora sensível, ora enérgica, ora melancólica, ancorada em covers de clássicos do rock e muito bem utilizada no encerramento de episódios, criando as tão famosas montagens musicais.

Em 2015, Sense8 nos presenteou com uma belíssima cena em que resgatava o clássico dos anos 90 What’s Up. E quem viu sabe: esse foi um dos momentos mais marcantes da primeira temporada.

Para valorizar as trilhas das séries, resolvi reunir aqui algumas músicas que entraram em momentos-chave de algumas delas, ajudando a criar cenas memoráveis.

The Americans

Não precisa prestar muita atenção para perceber que The Americans utiliza muito bem a trilha sonora para criar a atmosfera oitentista em que a série se passa. Porém, um dos momentos dignos de nota aconteceu durante a segunda temporada, em um episódio que foi encerrado com uma versão de Roberta Flack para um clássico dos Bee Gees, To Love Somebody. A triste cena ganhou uma escolha de trilha impecável, e o mais interessante era como a música traduzia bem os sentimentos do personagem.

American Horror Story: Hotel

Se tem uma coisa em que Ryan Murphy é especialista é em trilha sonora. O cara por trás do sucesso de Glee caprichou na escolha das músicas da quinta temporada de AHS e marcou um golaço já no primeiro episódio. Além de hits dos anos 80, como In a Lonely Place, do New Order, e Spellbound, da Siouxsie and The Banshees, introduziu a aguardada personagem interpretada por Lady Gaga com essa maravilha aqui:

The Strain

Romance é uma das coisas que menos interessa quando assistimos a The Strain, mas uma bela escolha musical fez com que o encerramento de um episódio da segunda temporada ao som de Misty Blue, na versão de Etta James, ficasse bem emocionante.

Narcos

Uma trilha também pode fazer toda a diferença já na abertura. Foi o caso de Narcos, com a linda Tuyo, de Rodrigo Amarante, que caiu como uma luva no estilo da abertura.

The Affair

A segunda temporada da série iniciou em um clima bastante melancólico, e algumas músicas foram fundamentais para dar esse clima. Qualquer “sofrência” fica melhor à beira daquele mar e com uma trilha dessas, não é mesmo?

Demolidor

A série deu uma aula de que apostar em um clássico pode deixar uma cena épica. A montagem abaixo, ao som de Nessum Dorma na voz de Pavarotti, foi um belo acerto.

E vocês? Lembram de alguma trilha que tenha marcado recentemente?

Ana Bandeira
É publicitária nas horas em que não está vendo séries e autora convidada do Ligado em Série.

Postado em: 07/03/2016 | 17:15

  • Douglas Ferraz

    Poxa, esqueceram Person of Interest, só tem Nina Simone, Johnny Cash, Massive Attack, David Bowie, e uma música que acho sensacional na série que é Revenge de Danger Mouse & Sparklehorse.

  • Júlio

    Californication era uma série que usava muito bem a trilha sonora. Rocket Man, do Elton John aparece em ao menos três momentos marcantes, incluindo o season finale. Shine a Light, dos Stones, e Instant Karma, do John Lenon eu sempre associarei à série. E meu momento favorito é o início da 4ª temporada, Hank saindo da cadeia ao som de Check my Brain, do Alice in Chains.

  • ana

    Oi, Douglas! O objetivo não era ser uma lista definitiva, nem listar todas as séries boas de trilha. Era elencar algumas músicas que andaram me chamando a atenção e convidar os leitores, como fiz no final, a falarem das suas preferidas. Aliás, esse post pode ter continuação, levando em conta essas sugestões. :-)