Séries:

Crítica | Com The Night Of, HBO mostra que existe vida pós-Game of Thrones

thenightofreview

A HBO estreou na semana passada The Night Of, sua nova série limitada em oito episódios. O drama, que foi o último projeto do ator e produtor James Gandolfini (The Sopranos), traz a história Nasir “Naz” Khan, um estudante universitário paquistanês-norte-americano que mora com os pais no Queens, em Nova York. Jovem comum com aspirações normais, ele só queria ir a uma festa em Manhattan para conhecer garotas e, por isso, pegou “emprestado” o táxi do pai. O que era pra ser uma noite comum, no entanto, tornou-se um pesadelo.

Não sabendo desligar a luz de serviço do táxi, Naz acabou levando uma passageira – a bela Andrea – que estava sem rumo e aparentemente inquieta. No apartamento dela, eles se relacionaram, mas para a surpresa de Naz ela foi esfaqueada. Ingênuo, levemente bêbado e drogado, o jovem toma uma série de atitudes estúpidas e daí pra frente podemos atestar que sua vida virará de cabeça pra baixo.

thrnightofturturro

Diferente de um procedural de crimes, The Night Of adota uma narrativa cadenciada e cuidadosa, quase que desembrulhando para o espectador cada aspecto do devido processo legal. Nessa primeira “noite” ao lado de Naz, a série faz os nossos nervos estourarem de tensão, pois sabemos exatamente por onde ele passou, o que ele fez e como que sua situação se tornou cada vez mais insustentável em um júri popular, facilitando e muito o trabalho do promotor que pegar esse caso.

The Night Of aborda, ainda, complexas questões de preconceito racial e evidencia como a vida de pessoas comuns que possuem algum tipo de ascendência do oriente médio é complicada, sofrendo preconceito até de outras minorias perseguidas pela polícia como os negros.

thenightofgirl

Relevante em seus aspectos temáticos, a série também não faz feio em quesitos técnicos. Fotografada com cores frias, a série adota planos fechados e pouco cortes para evidenciar ainda mais o senso de clausura mental de Naz, tanto no carro quanto na delegacia. Aliás, toda a sequência envolvendo a revista de pertences pelo qual ele passa é digna de nota pela brilhante construção, desde a montagem até o posicionamento das câmeras, fazendo com que aquele rotineiro procedimento pareça durar horas.

Completando o elenco está John Turturro como um advogado porta-de-cadeia que entra no ato final e que pode ser a última saída de Naz, que naquela altura já está completamente entregue ao sistema. O causídico Jack Stone, assim como o detetive que conduz o caso, é calmo e inteligente e os poucos minutos em que aparece mostra como o ator detém um impecável domínio de tela.

The Night Of tem tudo para ser uma grande série se os episódios seguintes se mantiverem neste nível de excelência que foi esse episódio inicial.

5stars

Ainda não assistiu a The Night Of? A HBO liberou o 1º episódio completo no YouTube e você pode assistir abaixo. A série segue em exibição todos os domingos às 23h.

Bruno Carvalho
é crítico e especialista em TV, tradutor, advogado e fã de séries desde que foi fisgado por Friends em 1994 e hoje é o editor-chefe do site de séries mais seguido do Brasil! Contato: [email protected]
http://twitter.com/ligadoemserie

Categorias: Críticas, HBO, The Night Of

Postado em: 15/07/2016 | 18:47

  • Terra Nova

    Esse 1º episódio é muito BOM!!!
    Não é um True Detective mais chega perto.

  • Eduardo

    O piloto é incrível, mesmo! Mas eu quero ver o que vai ser abordado nos próximos episódios, pq acho que tem chance de ficar cansativo esse tema.

  • Judd Cruz

    Gosyei demais desse primeiro episódio. O que é Games of Thrones?

  • adrianotenorio

    É preciso ter paciência com a narrativa lenta do primeiro episódio, porém fica claro que estamos sendo quase que obrigados a acompanhar e coletar cada pequeno detalhe desta primeira noite do infeliz Nasir, e que isso fará muita diferença mais adiante.

  • Maurício Lima Morato

    O segundo episódio também é lento (e não acho isso um ponto negativo)….Turturro está excelente, é um “monstro”…..Os 2 primeiros ep. são excelentes e acho que acontecerão mudanças…..

  • Filipe Laia

    O primeiro episódio é realmente muuuuito bom. O segundo achei um pouco parado e poderia ser resumido em apenas 10 minutos.

  • Nerdando

    mediana, o plot é o mesmo usado em 1000 filmes do gênero, cara encontra garota, dorme com ela, ela aparece morta e ele é o único suspeito, a claro tem um monte de gente que propositalmente vai aparecer e que podem ser suspeitas, só é incrível se você nasceu ontem.
    bem mediana

  • klaus

    série TOP!