Séries:

CCXP 2016: a melhor Comic Con de TODAS!

ccxp2016

Nosso carnaval agora é em dezembro. O carnaval dos fãs de cultura pop, séries, filmes, música, quadrinhos, amimes, games… O que esses caras do Omelete, Pizii Toys e Chiaroscuro Studios fizeram e fazem todos os anos é algo sem precedentes e em 2016 essa turma dominou com maestria a arte de organizar esse que já é um dos eventos mais importantes do mundo para esse mercado.

Com dois dias de feira já posso dizer que todos os ajustes finos necessários foram feitos na edição 2016, que está literalmente impecável. O evento está maior e conta com uma infraestrutura de dar inveja a qualquer outra feira ou convenção gringa. Esse ano a CCXP está mais espaçosa, com corredores maiores (o pavilhão que a hospeda recebeu uma bem-vinda expansão este ano), estandes grandiosos, paineis com conteúdos impressionantes e relevantes para os fãs.

O auditório Cinemark estava primoroso: a produção de vinhetas, legendagem ao vivo, projeção e som todos de primeiríssima qualidade. O cuidado e o esmeiro técnico da produção foi tão grande que até da animação do logo que fica atrás dos panelistas eles cuidaram dessa vez. Isso é algo que nem a SDCC, feira que serviu de molde pra esta, tem. Tudo isso para levar uma programação de fazer inveja. Lançamentos, trailers, vídeos exclusivos e só exibidos ali, debates interessantes… Quem tava na CCXP viu as primeiras imagens do novo Spider-Man já exibidas na Terra, por exemplo, algo que seria ilusório se cogitado 5 anos atrás.

Por todos os lados vi pessoas rindo, felizes por ter acesso a conteúdos, artistas e atividades que nos fazem aguardar esses quatro dias de dezembro como nunca. Por quatro dias esquecemos nossas rotinas, nossos trabalhos estressantes e podemos vir aqui ser quem a gente quiser, com ou sem cosplay, nos emocionar ao ver um artista que admiramos na nossa frente.

O Brasil é um país carente de eventos assim e a CCXP supre isso e entrega muito mais do que o esperado. Vi aqui pessoas estonteadas apenas porque puderam comprar (ou até ver) um item de sua série ou filme favorito, tudo oficial e licenciado. Outros animados por conseguirem acesso a brincadeiras e gincanas com suas séries favoritas. Não temos isso durante os outros 361 dias do ano.

O melhor, com uma organização de primeira.

Lembra quando falei da primeira feira em 2014 e disse que haviam pontos a serem melhorados? Pois bem, rodei o São Paulo Expo por dois dias inteiros, foram quase 20km segundo o aplicativo que uso e não encontrei uma coisa errada, um problema que não fosse o normal para um evento com aglomeração de dezenas de milhares de pessoas.

A CCXP é um negócio, claro, mas um negócio dos sonhos e que prova, com o veredito de milhares de pessoas que saem e voltam felizes, que é possível entregar um produto de altíssima qualidade pra quem anuncia, pra quem trabalha com cultura pop e, especialmente, pra quem visita.

Se você não veio ver isso aqui de perto esse ano, venha em 2017.

Bruno Carvalho
é crítico e especialista em TV, tradutor, advogado e fã de séries desde que foi fisgado por Friends em 1994 e hoje é o editor-chefe do site de séries mais seguido do Brasil! Contato: [email protected]
http://twitter.com/ligadoemserie

Categorias: CCXP, Críticas

Postado em: 02/12/2016 | 22:08

  • Jaime Nóbrega

    Que bom saber! Eu desisti de ir esse ano por causa da zorra que passei ano passado. Se melhorou, contem comigo ano que vem! Gosto de quem dá opinião limpa e clara. Obrigada. E desculpe o fake, já sofri muito cyberbullying na vida e infelizmente isso me traumatizou. Estou muito feliz por terem sido eficientes e bons este ano e espero realmente poder levar a família toda (tenho 3 filhos geeks lindos) ano que vem! Obrigada por informar!

  • Thomas_nf

    Olha, eu estive na feira durante os 4 dias de eventos e sou obrigado a concordar com muito do que foi dito aqui sobre o conteúdo e as atrações do evento, nunca tinha ido a uma Comic Con antes e fiquei estonteado com a massiva quantidade de coisas que havia para se fazer e coisas para ver ali dentro, os painéis estavam sensacionais (posso dizer que estar presente naquele painel de Guardiões da Galáxia foi o ápice da minha vida nerd até o presente momento, James Gunn melhor pessoa), o auditório estava com um nível de produção que me pegou de surpresa de tão fino que tava a coisa, e as atrações dos estandes eram tantas e tão interessantes, que 4 dias se mostrarm pouco para se aproveitar tudo o que havia ali.

    Mas nem tudo são flores, e eu preciso demostrar o meu descontentamento com alguns pontos do evento:

    1. Incrível desorganização para quem optou por retirar a credencial na entrada do evento. Eu já tinha a minha e fiquei na fila com um amigo que ainda precisava pegar a dele. Ficamos nada menos que duas horas inteiras na fila, quando chegamos no balcão dava pra ver o monte de credenciais organizadas(?) em – ACREDITEM – várias e várias caixas de papelão! Eu jamais imaginaria ver aquilo num evento de tamanho porte, que já se encontra em sua terceira edição. No final das contas eles não encontraram a credencial do meu amigo e imprimiram uma na hora pra ele (o que teria sido muito mais viável do que ficar procurando), só sei que conheci pessoas dizendo que esperaram 5 horas só pra pegar a credencial, fora os comentários de várias pessoas relatando que tinha gente que nem o ingresso tinha comprado e conseguiu retirar credencial na entrada, tamanho era o desespero da desorganização do evento pra liberar a fila em determinado momento. Isso é absurdamente amador.