Séries:

Crítica | A adorável The Good Place, com Kristen Bell e Ted Danson

thegoodplace

A melhor comédia nova da temporada é The Good Place, sem dúvida alguma. A nova série de Mike Schur (Parks and Recreation, The Office, Brooklyn Nine-Nine) é estrelada pelos ótimos Kirsten Bell (Veronica Mars) e Ted Danson (CSI). Simpática, inteligente, ela cria um universo próprio, visualmente encantador e muito divertido. Eleanor (Bell) é uma garota que morre e rapidamente descobre a existência do “lugar bom”, destinado apenas àqueles que se sobressaíram em vida acumulando (ou deixando de perder) preciosos pontos para cada boa atitude já feita — das mais mundanas como dar preferência no trânsito às mais altruístas como libertar escravos.

Tudo, como explica Michael (Danson), entra num sistema meritocrático que define quem pode entrar e ficar no “lugar bom”, com direito a todo o tipo de regalia inimaginável. Eleanor, claro, é uma menina egoísta que foi parar lá por uma falha de sistema e acaba ficando por lá tentando se ajustar com a ajuda do ético e complacente Chidi (William Jackson). Aparentemente boba, a série se destaca graças ao texto afiado, repleto de boas surpresas e subversões desde o seu episódio inicial. A comédia tem reviravoltas melhores e mais surpreendentes do que muito drama por aí e funciona também graças ao ótimo entrosamento do elenco e ao timing cômico invejável de Danson (veterano de comédias) e Bell. Impressionante como ainda não tem canal no Brasil, mesmo já tendo exibido seu mid season finale.

Bruno Carvalho
é crítico e especialista em TV, tradutor, advogado e fã de séries desde que foi fisgado por Friends em 1994 e hoje é o editor-chefe do site de séries mais seguido do Brasil! Contato: [email protected]
http://twitter.com/ligadoemserie

Categorias: Críticas, The Good Place

Postado em: 09/12/2016 | 10:01

  • Marcos

    Então, eu gostei. Mas ainda não achei aquilo tudo. Talvez seja que nem Parks and Rec que demorou um pouquinho pra engrenar, mas depois foi excelente.

    Mas voltar a ver Kristen numa série já é muito bom.