Séries:

Oscar 2017: previsões dos indicados

Nesta terça (24/01) serão anunciados os indicados ao Oscar 2017, e como de costume, aqui estão as minhas previsões. Antes de tudo, devo deixar claro que as previsões são feitas com base nas indicações dos sindicatos: o DGA (diretores), o PGA (produtores), o WGA (roteiristas) e o SAG (roteiristas). Não, Golden Globes não é e jamais será um termômetro para o Oscar (por motivos já explicados). Mas, além disso, também levo em consideração as premiações da crítica e as opiniões de especialistas e sites do gênero, como o Goldderby, o Indiewire e o Awards Circuit. Os filmes que estão nas primeiras posições são os que, a meu ver, já estão garantidos na premiação, ao passo que os que estão por último são os que têm mais chances de serem ignorados.

Melhor Filme

*Vale lembrar que nessa categoria, o mínimo é de 5 finalistas, e o máximo é de 10. Nos anos anteriores, o número de indicados variou de 8 a 9 filmes. Assim sendo, citei os 10 filmes que tem mais chances de serem lembrados.

La La Land
Moonlight
Manchester by the Sea
Arrival
Lion
Fences
Hacksaw Ridge
Hell or High Water
Hidden Figures
Silence

Aqui, o principal termômetro que devemos analisar é o Producer Guild Awards (sindicato dos produtores) cujos indicados foram: Arrival, Deadpool, Fences, Hacksaw Ridge, Hell or High Water, Hidden Figures, La La Land, Lion, Manchester by the Sea e Moonlight.
Normalmente, no início da temporada de premiações, alguns candidatos acabam tendo mais destaque do que os outros e ganham o status de “intocáveis”. Nesse ano, trata-se de La La Land (que já venceu), Moonlight, Manchester by the Sea, Arrival e Fences. Lion ganhou força na reta final, e Hacksaw Ridge, Hell or High Water e Hidden Figures, apesar de não terem a mesma força dos demais candidatos, também foram lembrados em outras premiações e provavelmente serão nomeados.
O que nos leva ao nosso décimo candidato, e eu duvido muito que seja Deadpool. Em defesa do filme, ele também foi lembrado no WGA e no DGA (na categoria de Diretor Estreante), foi um dos grandes sucessos de 2016 e a sua popularidade entre o público com certeza daria um gás na audiência do Oscar. Dito isso, não há como negar que ele é “alternativo” demais para os padrões da Academia, e eu ficaria chocado com uma indicação.
Assim sendo, supondo que a Academia realmente indique um décimo candidato (algo que não ocorreu nos anos anteriores), eu apostaria em Silence. O filme de Scorsese passou em branco nessa temporada de premiações, mas a Academia nunca resista às obras do diretor. Mas caso Silence também fique de fora, então também podem ser lembrados os seguintes filmes: Jackie, Loving, e talvez Nocturnal Animals.

Melhor Diretor

Damien Chazelle – La La Land
Barry Jenkins – Moonlight
Kenneth Lonergan – Manchester by the Sea
Denis Villeneuve – Arrival
Martin Scorsese – Silence

Aqui, devemos considerar o DGA (Director’s Guild Awards). Chazelle, Jenkins, Lonergan e Villeneuve foram indicados, e são favoritos desde o início da temporada de premiações. Porém, o quinto indicado, Garth Davis (Lion), foi uma surpresa inesperada e eu não creio que será cogitado pela Academia. Em seu lugar, eu apostaria em quatro nomes bem mais prováveis: Martin Scorsese, Denzel Washington (Fence), Mel Gibson (Hacksaw Ridge) ou David Mackenzie (Hell or High Water)

Melhor Ator

Casey Affleck – Manchester by the Sea
Denzel Washington – Fences
Ryan Gosling – La La Land
Andrew Garfield – Hacksaw Ridge
Viggo Mortensen – Captain Fantastic

Todos os cinco atores citados foram indicados no SAG, sendo improvável que ocorra uma surpresa. Improvável, mas não impossível: os únicos candidatos que tem força o suficiente para entrar na lista final seriam Tom Hanks (Sully) ou Joel Edgerton (Loving), e caso isso ocorra, Garfield ou Mortensen ficarão de fora. E Affleck é o favorito ao prêmio (embora as acusações de assédio sexual possam prejudicar a sua campanha, o que aumentaria as chances de Washington e Gosling).

Melhor Atriz

Emma Stone – La La Land
Natalie Portman – Jackie
Amy Adams – Arrival
Isabelle Huppert – Elle
Annette Benning – 20th Century Women

Aqui nós já estamos pisando num campo minado, pois há várias candidatas fortes e eu não me atrevo a colocar minha mão no fogo sobre quem ficará de fora. Stone, Portman e Adams estão 100% confirmadas (e nesse momento, Stone parece ser a provável vencedora). Já Huppert é uma incógnita: uma atriz veterana amada por todos e que nunca sequer foi indicada pela Academia. Em compensação, o seu filme não foi recebido com unanimidade (para dizer o mínimo), ficou de fora da lista de semifinalistas ao Oscar de Filme Estrangeiro, e a atriz não foi lembrada pelo SAG. Benning também é uma candidata veterana que concorre por um longa que não tem nem de longe a força dos demais candidatos. Assim sendo, se ocorrer uma surpresa, apostaria em Ruth Negga (Loving) ou Meryl Streep (Florence Foster Jenkins). E ainda não consegui entender a indicação de Emily Blunt (The Girl on the Train) no SAG.

Melhor Ator Coadjuvante

Mahershala Ali – Moonlight
Jeff Bridges – Hell or High Water
Lucas Hedges – Manchester by the Sea
Dev Patel – Lion
Hugh Grant – Florence Foster Jenkins

O único que não está 100% seguro nessa lista é Grant, que pode ser trocado por Michael Shannon (Nocturnal Animals). Alguns apostam em Aaron Taylor-Johnson (Nocturnal Animals), mas não creio muito nisso. E Ali é o favorito ao prêmio.

Melhor Atriz Coadjuvante

Viola Davis – Fences
Michelle Williams – Manchester by the Sea
Naomie Harris – Moonlight
Nicole Kidman – Lion
Octavia Spencer – Hidden Figures

Sinceramente, ficarei MUITO chocado se essa lista final de indicados for diferente da minha. Mas como eu tenho que apostar num azarão, eu arriscaria em Greta Gerwig (20th Century Women). E Davis já está com a vitória garantida.

Melhor Roteiro Original

La La Land
Manchester by the Sea
Hell or High Water
The Lobster
Jackie

Talvez: Captain Fantastic, 20th Century Women

Melhor Roteiro Adaptado

Moonlight
Arrival
Lion
Fences
Nocturnal Animals

Talvez: Hidden Figures

Melhor Filme Estrangeiro

Toni Erdmann (Alemanha)
The Salesman (Irã)
A Man Called Ove (Suécia)
Land of Mine (Dinamarca)
My Life as Zucchini (Suíça)

Talvez: Paradise (Rússia)

Melhor Filme de Animação

Zootopia
Moana
Kubo and the Two Strings
Finding Dory
The Red Turtle

Talvez: My Life as a Zucchini, embora eu não consiga imaginar o filme sendo indicado tanto nessa categoria quanto em Filme Estrangeiro.

Melhor Fotografia

La La Land
Arrival
Moonlight
Silence
Jackie

Talvez: Hacksaw Ridge e talvez, Nocturnal Animals.

Melhor Montagem

La La Land
Moonlight
Arrival
Hacksaw Ridge
Jackie

Talvez: Silence e Manchester by the Sea

Melhor Design de Produção

La La Land
Jackie
Fantastic Beasts and Where to Find Them
Silence
Arrival

Talvez: The Jungle Book, Rogue One: A Star Wars Story, Hail, Caesar!

Melhor Figurino

Jackie
La La Land
Florence Foster Jenkins
Fantastic Beasts and Where to Find Them
Silence

Talvez: Allied, Live by Night, Hidden Figures

Melhor Maquiagem e Penteado

Deadpool
Star Trek Beyond
Florence Foster Jenkins

Talvez: Suicide Squad

Melhores Efeitos Visuais

The Jungle Book
Rogue One: A Star Wars Story
Arrival
Doctor Strange
Fantastic Beasts and Where to Find Them

Talvez: Captain America: Civil War

Melhor Trilha Sonora

La La Land
Jackie
Moonlight
Rogue One: A Star Wars Story
Lion

Talvez: The Jungle Book e Nocturnal Animals.

Melhor Canção

City of Stars – La La Land
How Far I’ll Go – Moana
Audition – La La Land
Runnin’ – Hidden Figures
Try Everything – Zootopia

Talvez: Can’t Stop the Feeling (Trolls). Mas essa categoria é quase impossível de prever, então não se surpreendam se eu errar tudo.

Melhor Som

La La Land
Hacksaw Ridge
Rogue One: A Star Wars Story
Arrival
Silence

Talvez: The Jungle Book, Sully, Deepwater Horizon

Melhor Edição de Som

Hacksaw Ridge
La La Land
Rogue One: A Star Wars Story
Silence
Arrival

Talvez: The Jungle Book, Sully, Deepwater Horizon

Para encerrar, não irei prever quais serão todos os candidatos à Melhor Documentário, mas eu sei que O.J.: Made in America já está com a vitória garantida. O anúncio dos indicados será exibido no Brasil pela TNT, a partir das 11h15 da manhã.

Allan Verissimo
é formado em cinema e autor convidado do Ligado em Série.
http://twitter.com/verissimoallan

Tags: ,

Categorias: Cinema, Críticas

Postado em: 24/01/2017 | 11:01