Séries:

Casais brasileiros são líderes em “pular a cerca” na Netflix

Quem nunca correu na frente do cônjuge e assistiu a um episódio de série? Praticamente todo mundo, né? De acordo com um novo estudo divulgado hoje pela Netflix, pelo menos metade (46%) dos casais ao redor do mundo admitiram que já “traíram” sua cara metade.

Definida como ‘assistir a uma série de TV antes da sua metade da laranja‘,  a traição via Netflix foi inicialmente descoberta em um estudo nos EUA, em 2013. Quatro anos mais tarde, as traições TRIPLICARAM e se tornaram um comportamento comum ao redor do mundo. Este comportamento só continua crescendo, com 60% dos consumidores dizendo que trairiam mais frequentemente se soubessem que não seriam descobertos. E quem começa não para: 81% dos infiéis são reincidentes e 44% traíram três ou mais vezes.

O Brasil é o líder em traição: 58% confessaram já ter assistido à série preferida sem o/a parceiro/a. Os homens saem na frente, com 53%, deixando as mulheres com 47%. De acordo com os casais entrevistados no país, comédia parece ser o gênero favorito para as puladas de cerca: 43% preferem rir ao trair, mesmo se, em regra geral, os dramas ainda reinem entre os infiéis. Se a  maioria das traições ocorre por impulso, são 86% dos casais que assumem isso, elas também se tornaram socialmente aceitas: 45% disseram que não é tão ruim assim. No entanto, casais brasileiros são mais ciumentos do que seus pares chilenos: 16% pensam que esse tipo de traição é pior do que ter amante de verdade, contra apenas 8% dos chilenos.


Em um mundo de maratonas de séries em que é fácil falar “só mais um”, a traição via Netflix vem rapidamente se tornando o novo padrão…

Bruno Carvalho
é crítico e especialista em TV, tradutor, advogado e fã de séries desde que foi fisgado por Friends em 1994 e hoje é o editor-chefe do site de séries mais seguido do Brasil! Contato: [email protected]
http://twitter.com/ligadoemserie

Categorias: Netflix, Notícias

Postado em: 13/02/2017 | 12:42