Séries:

Ligado Entrevista: Miranda Otto, de 24 Horas!

Miranda Otto nasceu e cresceu na Austrália e passou a primeira década de sua carreira trabalhando em filmes australianos. Ela apareceu nos filmes de Hollywood Além da Linha Vermelha, RevelaçãoO Senhor dos Aneis, onde interpretou a personagem Eowyn. Recentemente a vimos como Alison Carr na série Homeland, e em 24 Horas: O Legado ela interpreta a  diretora da CTU, Rebecca Ingram, que acaba de deixar o cargo.

À convite da FOX, conversamos com Miranda sobre a nova iteração de uma das mais bem-sucedidas séries deste século, confira:

A Rebecca precisa deixar a diretoria da CTU, mas ela não está totalmente convencida de que ela quer deixar tudo pra trás, certo?

Verdade. Eu acho que é algo difícil desistir do cargo. Acho que quando você trabalhou em algo que te consome tanto, é difícil desistir. As pessoas se acostumam a trabalhar num ritmo e depois sair dele é complicado. Esse é o caso da Rebecca.

Ela vai ter algo em comum com Eric Carter, o novo protagonista?

Sim, pessoalmente acho que existem algumas pessoas que nasceram para fazer o tipo de trabalho que os dois fazem [combater terroristas]. É preciso ter um tipo particular de personalidade, gente que se perfaz numa situação de crise ou de caos. E isso é Eric Carter. Ele nasceu para estar nessas situações, quer ele goste ou não. Felizmente essas pessoas existem e elas são atraídas para trabalhar nesse ramo.

Em 24 Horas muita gente vira de lado: os bons ficam maus e vice-versa. Como vai ser com Rebecca?

A história dela definitivamente vai evoluir. Eu acho que isso é natural porque os personagens se desenvolvem com o tempo. Os problemas com que Rebecca precisa lidar vão mudando ao longo da temporada e você vai ver como as coisas vão começar de um jeito e depois ficarão diferentes.

Você era fã da série antes de entrar pra essa temporada?

Sim, eu assistia desde a primeira temporada! Adoro a tensão das situações e de ver os personagens rodeados pelo impossível. A série sempre deixa um gancho no final que te faz imediatamente querer assistir o próximo episódio. É uma ótima série para fazer maratona.

Agora que você faz parte, é diferente?

Quando você assiste não fica pensando em alguns aspectos, como é o caso do tempo real. Então tem coisas que a gente gravou dois meses atrás que na verdade ocorreu apenas há duas horas atrás na série, então você tem que ficar constantemente se lembrando disso. Foram mais de quatro meses de produção, mas a história se passa toda no mesmo dia.

24 Horas: O Legado já estreou nos EUA. No Brasil a série estreia com episódio duplo nesta quinta, 9 de fevereiro, à 00h na FOX.

Bruno Carvalho
é crítico e especialista em TV, tradutor, advogado e fã de séries desde que foi fisgado por Friends em 1994 e hoje é o editor-chefe do site de séries mais seguido do Brasil! Contato: contato@ligadoemserie.com.br
http://twitter.com/ligadoemserie

Categorias: 24, 24 Horas, Entrevistas

Postado em: 06/02/2017 | 10:01