FOTO: REPRODUçãO

Por: Bruno Carvalho

True Blood: It Hurts Me Too

True Blood (3×03: It Hurts Me Too): Neste 3º episódio, a trama de True Blood deu uma estacionada nada estratégica. Para uma série com 12 episódios por temporada, isso não é nada bom, pois denota que eles terão que apertar muito o passo daqui pra frente, possivelmente atropelando a narrativa. O problema principal é que em It Hurts Me Too a introdução de mais uma personagem – o lobisomem Alcide – atrapalhou a antecipada e promissora disputa de Sookie por Bill e Eric. Além disso, o drama certamente não estava precisando de mais rostos novos, pois é fato que estamos com muitas histórias paralelas para lidar e que ainda não se encontraram (e cito, em especial, as de Sam e Tara). Mas o que mais me preocupou neste capítulo foi aquela cena bizarra de “sexo exorcista” no final. Não sou contra o gore e a bestialidade da produção – aspectos que sempre ressaltei positivamente nas resenhas – mais ficou evidente que a cena fora colocada com o simples propósito de chocar, sem acrescentar algo de relevante à trama. Felizmente tivemos alguns bons momentos que ajudaram na média do episódio, como o interessante flashback de Bill e os sempre divertidos instantes com Jason Stackhouse. De toda forma, ainda que tenha muitos créditos com a gente, True Blood ainda não “aconteceu” nesta 3ª temporada e já está passando da hora de Alan Ball nos surpreender.

Deixe uma resposta

ss