FOTO: REPRODUçãO

Por: Bruno Carvalho

The IT Crowd

Antes de Sheldon e Abed dominarem o universo geek da TV, Roy Trenneman já usava camisetas de super-heróis nas Indústrias Reynholm. The IT Crowd é uma série britânica criada em 2006 que conta a história dos três membros do departamento TI: a nova gerente Jen Barber, a qual convenceu seu chefe que possui muitas habilidades com computadores (como deletar e-mails, enviar e-mails, escrever e-mails e assim por diante); e os técnicos Roy e Moss, que são descritos como “standard nerds” (nerds padrão). Considerando que a maioria dos problemas da empresa podem ser resolvidos apenas com um reset nos computadores, os três possuem bastante tempo ocioso. O seriado possui 4 temporadas (com seis episódios cada) e a maioria das histórias se passa no porão do edifício, onde fica a sede do departamento. Uma curiosidade é que na terceira temporada, Graham Linehan (diretor da série) pediu para os fãs doações de itens que poderiam ser usados na decoração do espaço.

Muitas doações foram feitas e é possível notar a diferença da quantidade de acessórios referentes aos anos anteriores. O museu de computação da Inglaterra também doou vários computadores antigos que podem ser vistos nos episódios. Como o programa fez sucesso em sua terra natal, vencendo premiações no BAFTA e no Emmy International, os Estados Unidos e a Alemanha resolveram fazer suas versões. A alemã foi cancelada após o segundo episódio, enquanto a americana (que seria exibida pelo canal NBC) não saiu do papel. O ator Joel McHale (o Jeff de Community) seria o Roy na versão americana. A comparação entre The IT CrowdThe Big Bang Theory pode até ser feita, pois ambas as série abordam alguns temas de interesse do universo nerd. No entanto, o tipo de humor de IT é diferente: mais seco e não por isso menos ácido, contando ainda com aquele clima depressivo característico das séries de origem inglesa e menos referências pop que Theory. The IT Crowd é uma série peculiar, que deve ser apreciada como tal.

Camila Picheth

14 respostas para “The IT Crowd”

  1. Francisco de Oliveira disse:

    Bem lembrado.
    Eu gosto dessa série. Enxuta, como toda série inglesa. Lembro de ter achado a primeira temporada legalzinha, mas com o s02e01 eu me acabei de rir e fui fisgado de vez. É o episódio em que eles vão ao teatro. Os Reynholms são sensacionais. That’s a nice tnetennba. É muita bobagem.

    Curiosidade: Falando em Community, Richard Ayoade, o Moss, dirigiu aquele episódio do Pulp Fiction.

  2. Cintia disse:

    Essa série é realmente incrível. Os absurdos em que eles se metem não tem comparação. Vale a pena.

  3. Yuri C.B. disse:

    A série teve conclusão ou foi cancelada em aberto? Eu cheguei de assistir alguns episódios da 1ª temporada mas, por algum motivo que não me recordo, precisei larga-la.

  4. Camila Picheth disse:

    Olha só, que legal! Não sabia que foi o Richard Ayoade que dirigiu.

  5. Camila Picheth disse:

    A série não foi cancelada. Ela volta com a 5ª temporada.

  6. Maria Clara disse:

    a versão americana chegou a ser produzida (com o jeff), mas acho que nunca foi ao ar.
    eu baixei a primeira temporada americana, inclusive, mas não presta muito.

  7. Maria Clara disse:

    Aliás, primeira temporada não, só o piloto.

  8. vivi disse:

    essa série é muito boa mesmo… a jen também sabe clicar, clicar duas vezes…

  9. Ra disse:

    Em vários episódios eu tive que pausar um pouco, porque tava chorando de rir (mesmo). Série excelente. :)

  10. Eduardo disse:

    O Richard Ayoade tb dirige clipes, como de Fluorescent Adolescent (Arctic Monkeys) e Bring The Light (Beady Eye).

  11. elvisuac disse:

    The IT Crowd, a MELHOR série geek/nerd, e conseqüentemente a melhor serie de humor.

  12. elvisuac disse:

    faltou o “” =D

  13. Féll Borges disse:

    essa série é realmente demais…
    e aquele episódio que o depto tá pegando fogo e o Moss fica enviando um email aos bombeiros??!?! kkkkk

    FIRE! (EXCLAMATION POINT)
    FIRE! (EXCLAMATION POINT)
    FIRE! (EXCLAMATION POINT)

  14. Acho The It Crowd tão bom quanto TBBT, e em determinados episódios eu acho até mais engraçado. Sou muito fã do Roy.

Deixe uma resposta

ss