FOTO: REPRODUçãO

Por: Davi Garcia

Fringe: The Bullet That Saved The World

Velhos eventos Fringe e um surpreendente sacrifício marcam o episódio

[com spoilers do episódio 5×04] Ao que tudo indica, ainda continuarei questionando a escolha dos roteiristas de Fringe com relação à história dessa última temporada que, vamos combinar, ainda não engrenou com essa caça ao plano para derrubar os Observadores ainda que a reintrodução de Broyles agindo como agente duplo seja promissora. Agora, se tem uma coisa da qual não posso reclamar é a capacidade que a série tem de usar o artifício da auto referência como elemento de sustentação para novas histórias. Nesse contexto, ver Walter e cia explorando aquele museu informal embaixo do antigo laboratório que guarda parte dos grandes eventos Fringe que os 80 e tantos episódios anteriores à essa trama do futuro trouxeram, foi um easter egg de luxo que mais do que divertido, serviu ao propósito de sustentar a ação deste capítulo.

Contudo, “The Bullet That Saved The World” provavelmente será mais lembrado como o episódio que trouxe o surpreendente sacrifício de Etta, a filha que troca a própria vida pela chance dos pais (e do avô) recuperarem o mundo há tanto devastado pela tirania dos Observadores. E tudo bem que a personagem era nova e não chegamos a ter tanto tempo assim para que pudessemos nos importar efetivamente com ela, mas é impossível ignorar o impacto emocional que a morte sua morte traz para a relação do trio protagonista da série e principalmente para a sequência de seus esforços nesse arco derradeiro. Assim, enquanto Olivia tem uma reação aparentemente mais fria (e fiel à personagem, diga-se), mas não menos marcante, Walter demonstra sentir a dor daquela perda sem ignorar a necessidade de seguir adiante apesar da ferida aberta que, ao contrário da toxina usada no ataque aos Observadores/Legalistas, não cicatrizará facilmente como nos revela a última cena com um Peter completamente devastado pela certeza de não saber se ainda vale a pena tentar salvar um mundo onde a filha que tanto tentou reencontrar deixou de existir.

17 respostas para “Fringe: The Bullet That Saved The World”

  1. Luiza disse:

    Episodio exelente! Orgulho de acompanhar uma série que nunca decepciona.

  2. Ismael disse:

    Eu trocava a morte da Etta pela Olívia sem remorso algum.

    A Olívia é fria de mais, não tem como se apegar. A Etta é uma baita perda, que olhar tem aquela atriz.

    Tomara que apareça em flashbacks ou universo paralelo o que seja, e tomara que seja chamada para mais séries e permaneça na tv.

  3. AhamClaudia disse:

    Bela crítica, Davi Garcia! Mesmo como fã, não há como negar que a série anda meio sem fôlego – e isso já vem desde a temporada passada. O jeito é torcer para que tudo melhore e termine com chave de ouro.
    Sobre o episódio: Foi um bom episódio, mas sinto falta de um [bom] roteiro, um clima de tensão e o sazon das 3 primeiras temporadas…ou vão se contentar só com um “bom”?
    Ainda estou meio chocado com a morte (será?) da Etta por ser algo que não esperava, mas não vou sentir falta alguma dela kkk. E que venha o próximo episódio!

  4. Tio disse:

    Não vejo a Olívia como uma pessoa fria, mas como uma pessoa que não sabe como reagir a alguma situações. Provavelmente ela estara um caco, internamente, no próximo episódio.
    Momento fanboy: Trocar minha linda Olívia, pela insossa Etta? Não, obrigado. rs

  5. Beto disse:

    Putz! que crítica vazia e sem sentido. Dizer que fringe não engrenou e ser muito apático. Com exceção do penúltimo episodio, todos tem sido de tirar o fôlego. Esse então…

  6. Acho que a temporada atual se afastou demais da mitologia da série – sinto muita falta da dinâmica entre os universos paralelos, da Nina, da Massive Dynamics, da Bolivia, do Walternate. Sei não, sei não.

  7. Zé das Couves disse:

    Dando uma “licença poética” para o absurdo daquelas coisas não estarem podres depois de tanto tempo (eca!), ninguém saber da existência do “porão fringe” e o FBI não reclamar de volta aqueles artefatos, após os casos encerrados… vá lá…

    Eu já ia reclamar (juro!) que depois de episódios com viagens no tempo (mais de uma vez!), invisibilidade (lembram do ratinho invisível?) e tantos outros “truques fringe”, eles não usassem NADA contra os carecas! Alguém lá da Bad Robot deve ter percebido o absurdo e deu um jeitinho. Menos mal…

    Agora, porque a Olivia não usa mais seus “super powers”??? Precisa estar com raiva? A morte da filha não a deixou suficientemente com raiva dos carecas?!? A conferir…

    E o símbolo “anti-observador” usado por William Bell para prender o September? Não dá pra fazer isso com os outros? Ou será que aquele rolo que o Walter não sabe mais ler é a fórmula para criar o dispositivo (se for, realmente não teria sido passado por September, mas por Bell…).

    Bom… continuo na torcida pra coisa engrenar de vez. Mas precisava matar a bonitinha lá? Era um colírio para os olhos, não? hehe

  8. alexandrejcf disse:

    Seguidamente não concordo com algumas criticas q vcs fazem a series q acompanho mas desta vez concordo com Davi , estou decepcionado com Fringe acho q a temporada nao esta levando a nada , o talento do Peter e da Olivia esta sendo usado pra fugir dos observadores , e para que matar a Etta antes da metade da temporada , bem espero que melhore .

  9. alexandrejcf disse:

    Concordo com a Candice , Fringe esta fugindo completamente da mitologia da serie eh uma pena.

  10. Olivia não usa mais os “super powers” dela porque não tem mais nada, o Walter falou no final da 4ª temporada que o tiro que ela levou acabou diminuindo drasticamente o cortexiphan dela, podendo até ser nulo.

  11. Dani disse:

    Eu sou uma das pessoas que não estava muito empolgada com esta temporada final pq a historia apesar de legal, parecia muito fraca para uma final de serie. Mas quando terminei de ver o episodio fiquei bem mais empolgada e esperançosa, pois ficou aquela sensação de que a partir de agora a temporada final vai começar e que estes episódios iniciais e principalmente a morte de Etta serviram de introdução para os eventos que irão levar para final.

  12. Gaby disse:

    Fria? Vc vai retirar tudo oq disse, quando a vir aos prantos no próximo episódio!

  13. Rêe =D disse:

    Quando vc ver Olivia aos prantos e acabada no próximo episódio, vc me diz se ela é fria =) Ela tava em choque, simples. Ou vai me dizer que vc nunca passou por uma situação parecida com essa?

  14. Ismael disse:

    Eu não falei da frieza por esse episódio somente. Falei por toda a série, já assisti a todos episódios para formar opinião.

    Mas o foco do meu comentário nem é tanto a Olívia, e sim a Etta.

  15. Ismael disse:

    Uow, pessoal gosta mesmo da Olívia. Hehe.

    Como respondi pra Rê, falei fria por toda a série, não somente esse episódio.

  16. Zé das Couves disse:

    errr… e aí? Ninguém vai comentar o episódio de sexta? Eu vi uma luz no fim do túnel… acho que agora a coisa começa a esquentar!

  17. J disse:

    ainda não sei pq os observadores não estão “vendo” o futuro como faziam….

ss