FOTO: REPRODUçãO

Por: Davi Garcia

The Walking Dead: Home

Insanidade e vingança marcam novo episódio da série

The Walking Dead 310[com spoilers do ep. 3×10] Uma sequência final que vale por um episódio inteiro. Não é exagero resumir assim o segundo capítulo pós hiato desta 3ª temporada de The Walking Dead, já que ele reinveste num ritmo lento para desenvolver os conflitos atuais dentro trama (a sanidade de Rick em cheque; Glenn obcecado por vingança a todo custo; o breve exílio de Daryl além, é claro, do Governador e sua agenda cada vez mais obscura) só para nos surpreender com intensos minutos finais repletos de ação e zumbis, claro. Assim, o ataque à prisão perpetrado pela milícia do Governador não apenas põe em dúvida a segurança que aquele local representa para o grupo de Rick (que desperta do estado letárgico provocado pelas “visões” de Lori) bem como coloca sob perspectiva alianças improváveis (Merle será aceito agora? E Michonne, como fica?) além de dar ao Governador a confiança de uma vitória momentânea que por sua vez impõe um novo dilema para aquele grupo de sobreviventes: fugir ou resistir?

TWD 310

E se por um lado é justo dizer que“Home” não chegou a ser um episódio de todo espetacular, por outro, mesmo arrastado em seus 2 primeiros atos, vale reconhecer que ele soube valorizar a progressão dos personagens dentro da narrativa ao relacionar cada uma das subtramas com eventos de episódios anteriores, o que é sempre uma iniciativa inteligente por promover a continuidade da história. Considerando isso, temos o exemplo de Daryl que ao decidir ajudar aquele grupo de desconhecidos na ponte (em cenas que, aliás, trouxeram a dose de gore mais evidente do episódio, vale destacar), pôde perceber que o irmão não seria a melhor companhia, visto que ele não só o lembrava a todo instante de traumas do passado bem como acabava distanciando-o da noção de humanidade adquirida pelo longo convívio com Rick e os demais. Sob um prisma diferente, mas não menos importante para esse momento, Glenn surge tomado por uma força irracional motivada pelo desejo de vingança que não apenas o faz ignorar os apelos de Herschel, bem como o cega a ponto de impedí-lo de ser o homem que Maggie precisa preferindo dar vazão à sua descuidada obsessão. Já Andrea, personagem esvaziada por ter se tornado refém do jogo de manipulação do Governador, compra o discurso de que ela pode ser a única voz capaz de reerguer Woodbury sem perceber que ao abraçar a função, acabando dando todo espaço para que o então líder do lugar planeje o ataque à prisão que fecha o episódio na sequência que começa com a inesperada morte de Axel e termina com a “entrega” de zumbis sedentos e sobreviventes desnorteados pelo choque e pela surpresa.

4star

ss