FOTO: REPRODUçãO

Por: Redação Ligado em Série

Suits: um balanço da terceira temporada até aqui

Série vislumbra o mundo dos arranha-céus com pouca vertigem, mas muita cautela

Suits[contém spoilers da terceira temporada] O lado corporativo da lei ganha esboço em Suits e os seus personagens, presos em cubículos, operam as engrenagens do escritório movidos pela inquietação do ritmo frenético. Quem lidera esses operários, do alto da sua Torre de Babel, encontra-se ilhado por antigas e renegadas conexões e por novas que não soube cultivar. Jessica estimula seus operários do alto do seu aposento. Harvey Specter quer chegar lá, alcançar o poder ou tirá-lo de quem o detém, mas como em um castelo de cartas, a Torre de Babel será devastada por uma enorme rajada de vento conhecida como Edward Darby. A terceira temporada de Suits culmina num jogo em que os dois adversários igualmente se anulam ou se repete, e o apostador financia ambos, pois o lucro, tanto na vitória de Harvey quanto na derrota de Jessica, traz consigo um prêmio. Como bom manipulador, se contenta apenas em espiar, de vez em quando, o andamento da corrida.

suits

Em “The Other Time”, por exemplo, Suits faz uma pausa estratégica. Dá um freio na tensão do episódio anterior para contextualizá-la no supracitado e longínquo passado dos seus personagens, momento que deu origem aos reis e rainhas inclinados ao poder dos seus domínios vistos no decorrer dessa temporada. Esse episódio implica uma calmaria narrativa que exige mais do raciocínio antes da jogada do que dos movimentos das peças no tabuleiro, transformando coadjuvantes em protagonistas e antagonistas em coadjuvantes. É um risco expressar segurança a partir do olhar infantilizado sobre o crescimento das suas crias, mas é essencial deixar que Jessica e Daniel, cegos pelo da empresa, deem o Xeque-mate, pois isso introduz o olhar de Harvey que observa atentamente e aprende como desafiar gigantes.

Suits

Em seu endosso, Daniel, Jessica e Cameron são responsáveis pelo filho que criaram. Harvey nasceu em um lar destruído, de reis destituídos de seus tronos na calada da noite, sem aviso prévio. Com o modelo que teve, o que poderíamos esperar? Ele não é confiável e age através da sua cega convicção no seu inabalável julgamento, ferramenta tão necessária para o seu ofício. E quando consegue demonstrar suas sutilezas e seus garranchos que se desdobram em traços marcantes para o personagem, a série consegue mostrar que pretensiosamente coloca advogados contra advogados fora do tribunal não para ostentar os bastidores, mas para fechar as cortinas e discutir como gente grande.

Suits

O ritmo tem se provado pontual na atual temporada. Os cortes ligeiros e impecáveis tramitam com leveza entre uma cena e outra, conduzidos por uma forte e intimista trilha sonora. É assim que as tensões entram em catarse passando pelo funil explosivo de algumas cenas e reciclando referências para compor sua trama bordada em minúcias, dando nova roupagem aos envolvidos como se eles estivessem flutuando na inércia do acontecido. Mas todos são peças, e todos são jogadores. Ninguém é digno de confiança, pois a história condena os envolvidos, estabelecendo o emaranhado que se tornou a Pearson Darby Specter.

suits

Uma visão ampla do terraço pode revelar o medo de altura ou o súbito medo de voltar para casa enquanto sentimentos internamente desencadeiam turbulentos questionamentos. Talvez alguns encontrem a paz necessária entre os mandos e desmandos do chefe ou apenas um lugar para exaurir sua frustração no meio do expediente, mas para Jessica e Darby, o terraço é o térreo e o céu é o limite.

5star

por Adson Santos, colaborador do Ligado em Série.

Deixe uma resposta

ss