FOTO: REPRODUçãO

Por: Bruno Carvalho

Ligado em Série Entrevista: o elenco da segunda temporada de Prófugos

Atores estiveram em São Paulo para promover a série

profugosA HBO Brasil estreou a segunda temporada da bem-sucedida série original Prófugos neste domingo, 15 de setembro. Composta por 13 episódios de uma hora, a produção – realizada inteiramente no Chile – gira em torno de uma fracassada operação de tráfico de drogas que acarreta na perseguição da máfia e da justiça aos responsáveis, forçando-os a fugir desesperadamente pelo país. “Com a estreia da segunda temporada de Prófugos, a HBO Latin America continua colocando em destaque o extraordinário valor da produção e do talento da região”, afirmou Luis F. Peraza, vice-presidente da HBO LA Networks. “Os fãs da série vão acompanhar uma história com muita adrenalina, ação e suspense, com o selo de qualidade premium da HBO”, acrescentou. Os parágrafos a seguir apresentam alguns spoilers da série.

No fim da primeira temporada, pouco restou do Cartel Ferragut. A líder, Kika Ferragut (Claudia Di Girólamo), e Oscar Salamanca (Francisco Reyes) morreram inesperadamente, enquanto Mario Moreno (Luis Gnecco), Álvaro Parraguez “Tegui” (Benjamín Vicuña) e Vicente Ferragut (Néstor Cantillana) foram traídos por Laura Ferragut (Blanca Lewin), que fugiu com todo o dinheiro e deixou os aliados nas mãos da polícia. Os novos episódios trarão mortes inesperadas e serão marcados pela traição desvendada no final da primeira temporada. Veremos como seguem as vidas de Vicente Ferragut, “Tegui” Parraguez e Irma Salamanca (Camila Hirane) depois da prisão.

profugos2

Além disso, Mario Moreno (Luis Gnecco) se tornou um dos homens mais temidos dentro do presídio e, durante este tempo atrás das grades, sua única preocupação tem sido pensar em como se vingar dos ex-companheiros responsáveis por sua prisão. O que ele não sabe é que o reencontro acontecerá mais cedo do que imagina. Depois de trair o irmão, Laura Ferragut (Branca Lewin) volta ao Chile, agora acompanhada por Don Freddy (Alfredo Castro), seu novo aliado e sócio. Juntos, eles realizarão uma complicada operação para traficar heroína do Norte do Chile até a máfia australiana. Mas nem tudo sai de acordo com os planos. Nessa nova temporada, além da volta de Antonia Zegers no papel de Macarena Munita, que exerce agora o cargo de ministra do governo, se juntam ao elenco original, Alfredo Castro, Cristián Campos e Diego Muñoz, entre outros atores chilenos de destaque.

Em conversa com Néstor Cantillana, ator que interpreta o personagem Vicente Ferragut, ele nos contou que o presídio onde foram gravadas as cenas era real. Depois de um terremoto, caiu uma parede e o local desativado serviu de cenário. Nas cenas que envolvem fogo, Cantillana contou que nenhum deles utilizou dublês e que em um momento precisou sair do personagem para avisar o colega. A impressionante cena de um resgate por helicóptero vista na temporada também foi real e gravada com os atores.

profugos01

Já Luís Gnecco, o Moreno, disse que seu personagem sempre quer o mal dos outros e nunca faz nada de bom. Ele ressaltou que a segunda temporada é intensa e que retrata, inclusive, a corrupção que existe no governo chileno que acabou fazendo com que a produção tivesse alguns problemas com as autoridades. “A policia PDI foi a única que aceitou se mostrar como instituição, apoiar a produção e ajudar os atores. Diferente das produções americanas, é difícil se mostrar as instituições do poder como a CIA, FBI, a Casa Branca, etc.”

Segundo os produtores Pablo Larraín e Juan de Dios Larraín, Prófugos mescla realidade com ficção e até mesmo o mencionado o resgate por helicóptero foi baseado em um caso real no Chile. Poucos efeitos especiais são utilizados na série, que é inteiramente gravada em locações. Para a segunda temporada, contaram que a equipe viajou mais de cinco mil quilômetros em seis meses, com duas unidades de produção simultâneas. Prófugos é exibida todo domingo às 21h na HBO.

Deixe uma resposta

ss