FOTO: REPRODUçãO

Por: Bruno Carvalho

Upfronts 2014 | NBC

NBCUPFRONTS

Apesar da logomarca, as coisas não estão tão coloridas na grade National Broadcast Company. A piada anual: “This just in: NBC cancels NBC” continua atual e apropriada. Aliás, as burradas do canal sob a gestão controversa de Bob Greenblatt continuaram por mais um ano de vergonha, cancelamentos e decisões erradas. A mais estúpida delas, claro, é o cancelamento de Community. Esta nunca foi uma série que atraía grande audiência (e que série do canal atrai?), mas com um line-up de comédia quase todo novo, não era complicado manter a série para sua simbólica sexta temporada (#sixseasonsandamovie) quando queima dinheiro com porcarias como Growing Up FisherBelieve Dracula, todas encerradas no primeiro ano (70% das novatas que estrearam em 2013 se foram).

Teria a NBC se vingado de Community pela brincadeira no finale?

Teria a NBC se vingado de Community pela brincadeira no final de temporada?

O canal sofre também com o início do declínio de The Voice, que é utilizado para alavancar novos shows. Funcionou com The Blacklist, mas Revolution (que tinha o mesmo deal), já pulou fora. A rede encerrou o ano em número 1 somente graças ao reality musical e a dobradinha com a série de James Spader. Acertaram com Hannibal (só porque tem uma grana do AXN International financiando), porém, em suma, a emissora está completamente perdida: cancela veteranos (ainda que séries de nicho) enquanto não consegue emplacar nada novo que preste salvo uma aqui e acolá que certamente perderá força no ano seguinte. Vamos lá para o que foi renovado, cancelado e as novas séries:

Retornam: About a Boy (2ª temporada), The Blacklist (2ª temporada), Celebrity Apprentice (14ª temporada), Chicago Fire (3ª temporada), Chicago P.D. (2ª temporada), Grimm (4ª temporada), Hannibal (3ª temporada), Law & Order: SVU (16ª temporada), Parks and Recreation (7ª e última temporada), Parenthood (6ª e última temporada) e The Voice (7ª temporada).

Fim da linha para: Believe (1ª temporada), Community (5ª temporada), Crisis (1ª temporada), Dracula (1ª temporada), Growing Up Fisher (1ª temporada), Ironside (1ª temporada), The Michael J. Fox Show (1ª temporada), Revolution (2ª temporada), Sean Saves the World (1ª temporada), Welcome to the Family (1ª temporada).

State of Affairs: Depois de jogar a toalha para Grey’s Anatomy para tentar carreira no cinema (e este jogou a toalha na carreira dela), Katherine Heigl retorna à TV para o drama de uma hora que conta a história de Charleston Tucker, uma analista da CIA (ela), que todos os dias tem que repassar o briefing de potenciais assuntos de interesse nacional e internacional à sua amiga e presidenta dos EUA Roberta Peyton (Alfree Woodard, Desperate Housewives) e promete ser um thriller político intenso e cheio de intrigas. O roteiro é de Joe Carnahan (The Blacklist). [drama, 60 minutos, novembro]

.

Marry Me: Depois de ter sua Happy Endings cancelada sem fim na ABC, David Caspe chamou Casey Wilson (Happy Endings) e Ken Marino (Party Down) para estrelar esta comédia romântica sobre Jake, um sujeito racional e introspectivo, que não sabe a hora certa de pedir sua noiva Annie em casamento. Diante do impasse, eles decidem dar um tempo no noivado, mas não conseguem ficar longe um do outro. [comédia, 30 minutos, fall season]

.

The Mysteries of Laura: Tentando mais uma vez emplacar uma série na NBC, Debra Messing retorna como Laura Diamond, uma detetive da polícia de NovaYork que precisa balancear trabalho e família com filhos gêmeos e um ex-marido, também policial, que se recusa a assinar o divórcio. Ela tem um parceiro sexy, mas tudo fica mais complicado quando o mesmo ex que recusa lhe dar o divórcio vira seu chefe. A série e de Jeff Rake (Boston LegalThe Practice) e produção executiva de McG. [drama, 60 minutos, fall season]

.

Bad Judge: Kate Walsh (FargoPrivate Practice) estrela a sua própria série na NBC como Rebecca Wright, uma mulher festeira que também é a mais durona juíza criminal do município de Los Angeles e que tem um comportamento considerado como incomum durante julgamentos no fórum. Ela também tem uma banda com sua melhor amiga Jenny, mas quando o filho de pais que ela mesmo condenou vem pedir ajuda, a sua reputação de “impiedosa” começa a enfraquecer. A produção executiva é de Will Ferrell e Adam McKay (Anchorman). [comédia, 30 minutos, fall season]

.

Constantine: Baseados nos quadrinhos Hellblazer da DC Comics, Constantine é um caçador de demônios especializado no oculto e repleto de conhecimento acerca do que é obscuro. Tendo uma alma condenada a ir para o inferno, ele abandona a vida de justiceiro do bem, mas retorna quando Liv, a filha de seu melhor amigo, precisa de ajuda. A produção é de David S. Goyer (Da Vinci’s Demons) e dirigida por Neil Marshall (Game of Thrones). No elenco estão Harol Perrineau (LOST) e Lucy Griffiths. [drama, 60 minutos, fall season]

.

A to Z: Andrew e Zelda (A e Z, duh!) são jovens que vivem aquele eterno romance de encontros e desencontros que já vimos aos montes por aí. O mocinho e a mocinha trocam olhares numa festa há muito tempo, esquecem e se reencontram tempos depois para reacender a paixão. É estrelada por Ben Feldman (Mad Men) e Cristin Milioti (How I Met Your Mother). A produção executiva é de Rashida Jones (Parks and Recreation) e é narrada por Katey Sagal (Sons of Anarchy).

.
Heroes: Reborn: Esta será uma “event series” ou minissérie, que nada mais é do que uma quinta temporada encurtada e com 13 episódios fechados da série cancelada em 2010 e focará em um novo grupo de herois. A previsão de estreia é para 2015 e ainda não tem elenco fechado.
.
.

.

.

Allegiance: É basicamente uma cópia de The Americans por outro ângulo, quando o jovem agente da CIA Alex O’Connor (aliás, quantas séries sobre agentes todos os anos, né?) descobre que seus pais Mark e Katya são ex-espiões russos da KGB que são reativados para iniciarem um novo ataque terrorista aos EUA. Agora a escolha de Alex é: trair o país ou colocar sua família em risco? A série tem Hope Davis (The Newsroom), Scott Cohen (The Carrie Diaries), Margarita Levieva (Revenge) e Kenneth Choi (Sons of Anarchy). [drama, 60 minutos, sem data]

Aquarius: Estrelada por David Duchovni (Californication) esta é uma série limitada de mistério que se passa no fim de 1967. O Sargento Sam Hodiak (Duchovni) lidera a investigação do desaparecimento da filha adolescente de um respeitável advogado e a história se desenvolve no que hoje conhecemos ser o caso Charles Manson. A criação é de Jake McNamara (In Plain Sight). [drama, 60 minutos, sem data]

Emerald City: Em busca da identidade de sua mãe biológica, uma jovem entra em uma instalação biológica do Kansas e, sem poder completar sua missão, acaba fugindo em direção a um tornado para descobrir que, sem querer, foi parar no mundo do Mágico de Oz. Esta é uma reimaginação dark do clássico de L. Frank Baum, com criação de Josh Friedman (Terminator: The Sarah Connor Chronicles).

Odissey: thriller sobre política internacional e conspiração com múltiplas histórias paralelas que se conectam estrelado por Anna Friel (Pushing Daisies), Peter Facinelli (Nurse Jackie) e Treat Williams (Chicago Fire). Ainda sem muitos detalhes. [drama, 60 minutos, sem data]

As novidades da NBC ainda incluem Misson Control (comédia de Adam McKay com Krysten Ritter) sobre uma cientista da NASA nos anos 60; Mr. Robinson (com Craig Robinson, de The Office) sobre o tecladista de uma banda de rock que é professor durante o dia; One Big Happy (com Nick Zano e Elisha Cuthbert de Happy Endings) sobre amigos que decidem ter filhos juntos através de inseminação e, por último, Unbreakable Kimmy Schmidt (com Ellie Kamper, de The Office) sobre uma garota que vive 15 anos em um culto, é libertada e vira notícia nacional. Todas estas ainda sem data e maiores detalhes.

Aqui está a grade da NBC para o próximo Fall Season.

Deixe uma resposta

ss