FOTO: REPRODUçãO

Por: Bruno Carvalho

Cee Lo Green é condenado, fica louco no Twitter e tem série cancelada

ceelo

Cee Lo Green, cantor e ex-técnico do musical The Voice, foi condenado no último sábado, 30 de agosto, a cumprir três anos em liberdade condicional – regime penal em que ele ficará sob a constante vigilância do Estado e qualquer transgressão ou contravenção trará uma pena maior – por ter fornecido a droga Ecstasy a uma mulher em um restaurante de Los Angeles 2012.

O técnico ainda terá que cumprir 360 horas de serviços a comunidade, frequentar sessões dos Alcoólicos ou Narcóticos Anônimos por um ano e ficará registrado como criminoso de substâncias controladas em um banco de dados. Apesar de não contestar a pena que lhe foi imposta, Cee Lo se disse inocente durante a audiência de seu julgamento.

[Atualizado] Depois da condenação, Cee Lo Green voltou à mídia na terça-feira após fazer alegações em seu Twitter de que mulheres que não têm provas não podem alegar estupro. O cantor escreveu na rede social que “mulheres que foram estupradas se lembram“, chegando a comparar o assédio a uma invasão domiciliar. Green deletou as publicações – e até mesmo sua conta, tendo voltado atrás mais tarde – após elas terem viralizado. Confira abaixo duas imagens que mostram as frases:

Depois de tudo isso, o canal TBS cancelou o reality-show The Good Life do cantor, que não retornará para a segunda temporada. Antes de deletar sua conta, Cee Lo publicou o seguinte texto, via BuzzFeed (com tradução livre):

Deixe que eu primeiro pedir a Deus por exoneração, justiça e liberdade! Em segundo lugar, peço desculpas pelos meus comentários estarem tão fora de contexto. Eu só queria trocar uma saudável conversa para ajuda àqueles que me amam, retirar a dor que eu já havia causado quando a isso. Por favor, me desculpem. Foi o apoio de vocês que me ajudou a passar por isso em primeiro lugar. Não tolero o mal feito a nenhuma mulher. Obrigado.

Deixe uma resposta

ss