FOTO: REPRODUçãO

Por: Bruno Carvalho

The Odd Couple e o flagelo cômico de Matthew Perry

oddcouple

O que aconteceu com Matthew Perry? Desde o fim de Friends em 2004, o ator vem, de forma recorrente e insistente, procurando emplacar um novo sucesso na TV como protagonista de uma série de comédia (falaremos dos dramas depois). Primeiro ele anunciou seu retorno em 2011 com:

mrsunshine

– Mr. Sunshine, comédia da ABC em que ele interpretou um gerente esportivo mal-humorado e egoísta numa trama sem nenhum atrativo cômico e numa clara intenção de criar um personagem semelhante a Chandler Bing. Não deu certo. Mr. Sunshine simplesmente não tinha graça alguma e trazia Perry totalmente “fora do jogo”, numa performance irritante baseada apenas nas caras e bocas do seu personagem em Friends. A série contava com um elenco de apoio subaproveitado atuando em um roteiro ralo, com piadas repetitivas e sem vida.

Depois veio no ano seguinte, em 2012, com:

goonperry

Mr. Sunshine Go On, comédia da ABC NBC em que ele interpretou um gerente locutor esportivo mal-humorado e egoísta numa trama sem nenhum atrativo cômico e numa clara intenção de criar um personagem semelhante a Chandler Bing. Não deu certo. Mr. Sunshine Go On simplesmente não tinha graça alguma e trazia Perry totalmente “fora do jogo”, numa performance irritante baseada apenas nas caras e bocas do seu personagem em Friends. A série contava com um elenco de apoio subaproveitado atuando em um roteiro ralo, com piadas repetitivas e sem vida.

Agora ele tenta a sorte com:

the-odd-couple-tv-review-cbs

– Mr. Sunshine Go On  The Odd Couple, comédia da ABC NBC CBS em que ele interpretou interpreta um gerente locutor comentarista esportivo mal-humorado e egoísta numa trama sem nenhum atrativo cômico e numa clara intenção de criar um personagem semelhante a Chandler Bing. Não deu certo Por enquanto está no arMr. Sunshine Go On The Odd Couple simplesmente não tinha tem graça alguma e trazia traz Perry totalmente “fora do jogo”, numa performance irritante baseada apenas nas caras e bocas do seu personagem em Friends. A série contava conta com um elenco de apoio subaproveitado atuando em um roteiro ralo, com piadas repetitivas e sem vida.

Sua carreira pós-Friends se limitou basicamente a um copy paste de pilotos e projetos onde o atoe está claramente desconfortável mesmo em sua zona de conforto – interpretando um profissional esportivo anti-social. Ele não é limitado, é adorado pelo público, mas não consegue a proeza de seus ex-colegas em estrelar projetos vindouros. Courteney Cox se estabeleceu Cougar Town após arriscar com a fraca Dirt, Lisa Kudrow passou a experimentar e fez as ótimas Web TheraphyThe Comback e Matt LeBlanc, após o fisco de Joey, acertou o tom com Episodes.

Perry, por sua vez, insiste sempre em mais do mesmo. Sim, ele esteve na ótima Studio 60 on the Sunset Strip, série do mestre Aaron Sorkin na NBC que ele estrelou com Bradley Withford, mas que teve um cancelamento precoce devido à baixa audiência e, principalmente, pela produção abordar uma temática pouco popular e com uma linguagem rebuscada demais para a TV aberta. Perry interpretava um papel mais dramático e fazia um ótimo trabalho. Ele também voltou a flertar novamente com o drama na ótima The Good Wife, onde ele interpretou de forma enérgica o insolente Mike Kresteva, papel que deveria ter virado um recorrente. Mas será que um papel coadjuvante de destaque numa série dramática não basta? Por que Perry continua fazendo tantas escolhas ruins? The Odd Couple, assim como as suas predecessoras, é horrível. Semana após semana aquilo é um desperdício de tempo e recursos de todos os envolvidos e é triste ver que isso é o que Perry tem pra oferecer ao seu público: uma sitcom besta com piadas fracas de duplo sentido, que virou o resumo do que é o humor da CBS.

É uma pena que um ator tão talentoso simplesmente não consegue se reerguer deste flagelo que virou a sua carreira cômica na TV.

15 respostas para “The Odd Couple e o flagelo cômico de Matthew Perry”

  1. Isabella disse:

    Eu acho que The Odd Couple vai emplacar e acredito que ele vai achar o tom do personagem em breve, oremos para dar certo hehe

  2. Phillip disse:

    Matthew Perry precisa de um bom agente. Talvez o novo agente de Matthew Maccounaghy :D O que eu vejo bem provável é que Matthew e Matthew tinham os mesmos agentes. Dai o maccounaghy brigou com o agente merda e arrumou um agente decente. O Perry continuou com o agente merda. Fim da história =)

  3. Alan disse:

    Por incrível que pareça eu achei Go on divertida.

  4. Sávio disse:

    Mr. Sunshine era mesmo um saco. Mas Go On não, essa era divertidíssima.

  5. Isabella disse:

    eu tbm curtia Go on, e tô curtindo The odd couple

  6. Victor Rocha disse:

    Ele nunca teve graça. Nem em Friends.

  7. Douglas disse:

    vejo ele se reergue do em um drama de tribunal do David E. Kelley ao estilo boaton legal…

  8. Karla Patrícia Ferreira disse:

    Eu não posso falar das outras porque não acompanhei, mas realmente gosto de passar o tempo assistindo The Odd Couple. Me diverti assistindo o episódio 1×06! Mas não acredito numa 2ª temporada.

  9. Mariana Lima disse:

    Foi uma pena ele ter saído de The Good Wife, seu papel tinha tudo para ser um grande antagonista da Alicia. Ele estava brilhante no papel e era aquele personagem que todos amamos odiar. Uma pena ele ficar insistindo em comédias.

  10. carlos disse:

    Go On era ótima, e o personagem dele não era parecido com o Chandler. E o resto do elenco não era mal aproveitado, pelo contrário, era o que a série tinha de melhor. Todos os personagens secundários tiveram destaque em algum momento. Uma pena ter sido cancelada.

    E o personagem dele em The Odd Couple (que pra quem não sabe é remake) é totalmente oposto do Chandler. E o Perry já declarou que esse projeto era um sonho antigo dele, já que é o seu personagem favorito de uma de suas séries favoritas. Então acho que ele nem ta pensando na audiência ou no resultado. Ta só se divertindo mesmo.

  11. Mateus Bauer disse:

    Ah, saí daí Bruno. A série tá bem legal. Concordo com as anteriores, mas dizer que essa é horrível e sem graça só pq “tem a mesma premissa das outras” é babaquice tua. Mais um que acha que ser crítico é falar mal.

  12. Aerson Moreira disse:

    Eu também achei bacana, não era apenas comédia, e a série teve um bom desfecho em sua única temporada.

  13. Luana Conti disse:

    Acho sempre complicado críticas como estas pois eu, particularmente, adorei Go On, uma série sensível que tratava de um drama real e profundo. Não conheço as outras duas, mas vou testar. De qualquer modo é mesmo bizarro o fato de que nas três ele é um locutor esportivo, mas talvez para ele isso tenha alguma significação. Vamos esperar. E torcer. Haha

  14. NoobIsrael disse:

    Errou feio, errou rude.

  15. Kany Oliveira disse:

    Adorei seu artigo. Muito bem escrito. Essa tática de trocar os nomes riscando enfatizou perfeitamente o que vc queria transmitir: a falta de originalidade nas escolhas de Perry.

Deixe uma resposta

ss