FOTO: REPRODUçãO

Por: Redação Ligado em Série

Game of Thrones: o melhor e o pior da quinta temporada

got502Game of Thrones, infelizmente, é aquela coisa: mal começa e já acaba. Quando percebemos, já estamos novamente naquela longa espera até abril, mês em que a série costuma retornar.

No dia 14 de junho teve fim a quinta temporada, com um episódio que rendeu recorde de audiência e destruiu, mais uma vez, os corações e nervos dos fãs. Agora que já estamos recuperados, é hora de fazer uma recapitulação desta temporada tão cheia de mortes, mudanças e polêmicas.

Tyrion + Daenerys

Quem aí não ficou animadíssimo com o encontro desses dois? Após perder seus principais conselheiros, Tyrion era o melhor reforço que a khaleesi poderia sonhar para tomar decisões mais acertadas. Como era de esperar, a união dos personagens rendeu ótimos diálogos.

GoT_Daenerys_Tyrion

A jornada de Arya

Chegando a Braavos, Arya se reúne a Jaqen H’ghar na Casa do Preto e Branco, o templo do Deus de Muitas Faces. É lá que passa por um duro treinamento para se tornar “ninguém”, mas o reencontro com Meryn Trant faz com que ela se desvie dos seus deveres e até mesmo corra o risco de ser descoberta, pois passa a segui-lo pela cidade com total falta de cautela. Resultado: mais um nome riscado de sua famosa lista de vingança e uma punição do Deus de Muitas Faces. Vale lembrar que Maisie William segue se destacando neste papel, especialmente na cena em que Arya deve abandonar totalmente sua identidade e sofre para se separar de sua espada Agulha. :'(

GoT_Arya

O voo da khaleesi

No nono episódio, durante a estreia das lutas na arena de Daznak, os Filhos da Harpia orquestram um ousado ataque a Daenerys e sua comitiva. Quando ela parecia ter aceitado um trágico destino, Drogon, seu filho mais rebelde, surge para salvar o dia. E eis então que acontece um dos momentos mais aguardados pelos fãs: a khaleesi monta em seu dragão e os dois fogem voando. LIN-DO.

drogon_dany1

drogon_dany2

A batalha em Hardhome

O final do oitavo episódio trouxe uma das melhores sequências da história de Game of Thrones. Jon Snow, Tormund e companhia chegam a Hardhome/Durolar para tentar convencer os selvagens a cruzar a Muralha. É quando enfrentam um ataque furioso do exército de white walkers,  desenrolando um final de arrepiar. Nem precisa explicar o resto, né? Quem viu não esquece mais.

GoT_hardhome

GoT_hardhome2

GoT_hardhome1

As Serpentes da Areia

Vamos ser sinceros: o núcleo Dorne não deu nada certo nesta temporada. Além de entregar uma sequência desastrosa (a luta que acontece com a chegada de Jaime e Bronn na cidade), tivemos uma das maiores decepções: as Serpentes da Areia. As filhas do saudoso Oberyn (R.I.P.) prometiam ser algo memorável, especialmente para os fãs dos livros, mas foram um desfile de péssimas interpretações, com destaque para Obara sempre com a mesma expressão. Quem salvou o núcleo do fracasso total foi Doran Martell e, em alguns poucos momentos, Ellaria Sand.

GoT_sandsnakes2

GoT_sandsnakes1

Obara_GoT

(desculpem, não resisti)

A caminhada de Cersei

O destino de Cersei na quinta temporada foi um clássico caso de experimentar o próprio veneno. Sentindo sua posição ameaçada pela jovem rainha Margaery, conspirou para levar os fanáticos Pardais ao poder com o objetivo de dar um duro golpe nos Tyrell. O resultado foi acabar sendo presa também e, como única forma de absolvição, fazer uma dura e humilhante caminhada de penitência pelas ruas de Porto Real. Foi uma cena bastante dramática que permitiu que Lena Headey brilhasse com as nuances de suas contidas expressões.

Game of ThronesFOTO: HBO

O psicopata Ramsey Bolton

Não há dúvidas de que Ramsey é um dos personagens mais perversos de toda a saga. Sádico, ambicioso e amoral, ele é 100% maldade. Já esfolou sei lá quantas pessoas (ao estilo do símbolo dos Bolton), torturou Theon Greyjoy das formas mais horríveis, colocou seus cães para perseguir e devorar mulheres e, ao casar com Sansa, a transformou na nova vítima de suas maldades. Porém, é difícil não reconhecer que Iwan Rheon faz um um belo trabalho com esse personagem tão desequilibrado, que nos dá calafrios (e amamos odiar). Afinal, alguém tinha que tomar o lugar de Joffrey.

GoT_Ramsey

Aham. ¬¬

A morte de Shireen

Assim como na cena do estupro de Sansa, em que a câmera fica centrada na expressão de Theon/Reek para “nos poupar” de horrores ainda mais gráficos, o momento da morte de Shireen acontece longe dos nossos olhos. Porém, isso não foi o suficiente para transformar esta cena em uma das mais terríveis de se acompanhar: os gritos da menina, as súplicas por ajuda dos pais e a salvação que não acontece deixaram os fãs da série devastados. #RIPShireen

GoT_Melisandre

“It will all be over soon”.
Não sei vocês, mas vou ter pesadelos com essa frase por eras.

Jon Snow

Que menino bom. Íntegro, sempre pensando nos outros. CLARO que ia morrer, né? :-/ Na quinta temporada, Snow teve um crescimento galopante enquanto personagem. Se transformou no Comandante da Patrulha da Noite, enfrentou com firmeza as tentações de Stannis e Melisandre, até mesmo reconheceu o valor de inimigos declarados como aquele cretino do Alliser Thorne. Tomou decisões difíceis como sentenciar Janos Slynt à morte (seguindo o ensinamento de Ned Stark de que quem sentencia deve brandir a espada) e buscou uma polêmica aliança com os selvagens para o benefício de todos, o que acabou decretando o seu fim da pior forma: apunhalado diversas vezes pelos próprios companheiros. Triste isso.

GoT_Snow

Menção honrosa

O colar maravilhoso que Daenerys usou na arena de Daznak. *_*

daenerys_GoT

Observações:

– Esqueceram a Margaery e o Loras na prisão?

– As interações no Castelo Negro entre Stannis e Jon Snow foram ótimas, chegamos até a simpatizar mais com o Baratheon. Mas ele tinha que estragar tudo, né?

– Cadê Littlefinger, gente?

– Esse Jorah só se dá mal, hein.

– O retorno d’A Montanha foi apenas um teaser, mas foi ótimo.

– Brienne maravilhosa cumpre seu juramento e acaba com a raça (ou não?) de Stannis. Que atriz, que personagem! <3

– Melisandre, você tem apenas uma chance de se redimir (um pouco). O nome dela é Jon Snow. (aliás, será que ele vai voltar? #euacredito)

– Olly, o mundo te odeia!

GoT_Olly

9 respostas para “Game of Thrones: o melhor e o pior da quinta temporada”

  1. Bruno Ferreira disse:

    Os colares da Dany <3<3<3 na cena de "the gift" ela tá com um lindo também, com três cabeças de dragão. muito lindjo

  2. Danilo Paulino da Silva disse:

    Sério que não falaram nada da Briene? Só faltou falar do Bran, mas nada da cena memorável com ela e o Stannis. Se eh loko cachoera.

  3. ana disse:

    É difícil incluir tudo, mas reclamou com razão. Post atualizado. ;-)

  4. Danilo Paulino da Silva disse:

    Hahaha fiquei olhando uns minutos no pause pra cena, igual a batalha vs. Clegane! Tks Ana :*

  5. Heisenberg disse:

    Não odeio o Olly.

    Temos que ver o lado dele tabém. Jon Snow levou os assassinos de seus pais para ser seus “colegas de quarto”, obviamente, não justifica a traição de Olly, mas mesmo assim, não o odeio.

  6. MatheusMnhz disse:

    say my name

  7. Thais Moretti disse:

    Acho que ele deveria matar os selvagens então. Matar quem matou os pais dele. Mas dai não tem coragem né? Muito mais fácil e covarde juntar vários e matar o Jon Snow!
    Eu odeio o Olly! hahahaha

  8. Heisenberg disse:

    Bom, Olly tinha duas opções: se juntar a patrulha e matar Jon (que Olly o via como um traidor), ou tentar convencer a patrulha a matar todos os selvagens. Mais fácil matar um homem só rs.

    Por isso que o roteiro de Game of Thrones é tão bom, tem vários pontos de vista e nenhum é totalmente bom, ou totalmente mau.

    Agora fica a dúvida: como que os selvagens vão reagir a morte do seu “protetor” ?

  9. Heisenberg disse:

    Bom, Olly tinha duas opções: se juntar a patrulha e matar Jon (que Olly o via como um traidor), ou tentar convencer a patrulha a matar todos os selvagens. Mais fácil matar um homem só rs.

    Por isso que o roteiro de Game of Thrones é tão bom, tem vários pontos de vista e nenhum é totalmente bom, ou totalmente mau.

    Agora fica a dúvida: como que os selvagens vão reagir a morte do seu “protetor” ?

Deixe uma resposta

ss