FOTO: REPRODUçãO

Por: Bruno Carvalho

Mr. Robot e Mozart in the Jungle são os grandes vencedores do Globo de Ouro

Numa noite bizarra e imprevisível, a Associação da Imprensa Estangeira em Hollywood, sob o comando do sempre ótimo e abrasivo Ricky Gervais, entregou o 73º Golden Globe Awards. Altamente sugestionáveis e influenciáveis por festas, brindes e mimos de estúdios, os votantes apresentaram uma lista incoerente e insustentável, que evidencia mais a queda inexplicável da associação por musicais (e Lady Gaga como melhor atriz foi a maior piada da noite). É uma premiação para fazer média com estúdios e renovar o jogo de interesses e glamour que rola por trás, fato que foi inclusive destacado pelo apresentador diversas vezes:

Não levem isto aqui à sério. É apenas um pedaço de metal que esses jornalistas confusos dão todo ano para conhecer artistas e tirar uma selfie“, disse Ricky Gervais, preciso.

Como surpresa vimos claramente o lobby descarado da Amazon para impulsionar Mozart in the Jungle, série que passou despercebida por praticamente toda a Hollywood e aqui apareceu e ofuscou até mesmo a favorita do mesmo canal, Transparent. Apostadores do site Gold Derby provavelmente tiveram muitos problemas, pois praticamente todos os favoritos não levaram, à exceção de Jon Hamm (Mad Men), embora nós daqui do hemisfério sul gostaríamos que nesta categoria eles tivessem sido injustos (não foram) e dado o prêmio a Wagner Moura por Narcos.

Aos que equivocadamente tentam conferir credibilidade a esta premiação, saibam que ela já não tem mais. Não funciona (e nem nunca funcionou, diga-se), como prévia do Oscar. Os membros da HFPA são jornalistas estrangeiros radicados em Los Angeles, a maioria deles – salvo raras exceções – colunistas de fofocas para veículos estrangeiros. Nenhum deles vota no Oscar. As premiações de sindicados, que compartilham diversos membros da Academia, é que são as verdadeiras prévias. O Golden Globe funciona mais como uma tradição datada de Hollywood e serve apenas como um palco para estúdios mostrarem seus dotes marqueteiros.

Abaixo a lista das categorias de TV:

Melhor Atriz Coadjuvante em Série, Série Limitada ou Telefilme
Maura Tierney, por The Affair (Showtime)

Melhor Atriz em Série Limitada ou Telefilme
Lady Gaga, por American Horror Story: Hotel (FX)

Melhor Atriz de Série Cômica
Rachel Bloom, por Crazy Ex-Girlfriend (The CW)

Melhor Atriz de Série Dramática
Taraji P. Henson, por Empire (FOX)

Melhor Ator Coadjuvante em Série, Série Limitada ou Telefilme
Christian Slater, por Mr. Robot (USA)

Melhor Ator de Minissérie ou Telefilme
Oscar Isaac, por Show Me a Hero (HBO)

Melhor Ator de Série Cômica
Gael Garcia Bernal, por Mozart in the Jungle (Amazon)

Melhor Ator de Série Dramática
Jon Hamm, por Mad Men (AMC)

Melhor Série Dramática
Mr. Robot (USA)

Melhor Série Cômica
Mozart in the Jungle (Amazon)

Melhor Minissérie ou Telefilme
Wolf Hall (BBC)

6 respostas para “Mr. Robot e Mozart in the Jungle são os grandes vencedores do Globo de Ouro”

  1. adrianotenorio disse:

    Não há como negar, é um prêmio mais divertido que o Oscar até nas escolhas que faz.

  2. Lucas disse:

    O pior é a fandom da Lady Gaga dizendo que ela merecia ganhar sem sequer terem visto as outras indicadas.hehehehe.

  3. Rodolfo disse:

    Mozart in the Jungle é melhor que Transparent.

  4. vinland disse:

    Com certeza Lady Gaga ter ganhado o premio foi a piada da noite. Kirsten Dunst e Felicity Huffman totalmente injustiçadas, garfaram o premio delas na maior cara de pau. Quanto ao Wagner moura, eu nao queria que ele tivesse ganhado, Jon Hamm mais que mereceu.

  5. Johnny disse:

    Acho que nunca me irritei tanto com uma premiação hahah Foi ridícula demais, ninguém merece. A reação do Di Caprio quando a Gaga ganhou me representa até o fim dos tempos. Adoro essa acidez do pessoal daqui do Ligado em Série, sensacional! hahahah

Deixe uma resposta

ss