FOTO: REPRODUçãO

Por: Bruno Carvalho

Making a Murderer: justiça manda SOLTAR Brendan Dassey após 11 anos preso

brendan_dassey

Depois de ter seu julgamento anulado, Brendan Dassey teve a ordem de soltura expedida pela justiça norte-americana. Na verdade, isso até já havia acontecido, mas estava pendente de um novo julgamento que até agora não foi providenciado. Ele foi um dos personagens do documentário Making a Murderer da Netflix ao lado do tip Steven Avery. Ambos foram condenados por homicídio doloso da fotógrafa Teresa Halbach, mas em circunstâncias muito controversas. O estado pode apelar da decisão, mas em tese Dassey deve ser libertado em breve.

Após o documentário ganhar o mundo, advogados e público pressionaram por uma revisão do caso. Dassey passou 11 anos preso, provavelmente por um crime que sequer tinha capacidade mental de orquestrar ou executar ao lado do tio, já que possui um QI baixíssimo. Toda a sua prisão e condenação estão lotadas de irregularidades que foram relevadas pelo juízo do condado de Manitowoc.

A série ganhará em breve uma segunda temporada, que poderá inclusive abordar os trâmites legais para a soltura de Avery, já que ambos os casos estão sendo movimentados.

A soltura de Dassey não significa que ele foi exonerado ou perdoado, apenas que seu julgamento foi anulado e tem o direito de sair livre por ora. Ele ainda pode ser novamente julgado pelo mesmo crime, pendente de um promotor indiciá-lo. Resta saber se o Estado vai manter sua linha acusatória ou dispensar novo julgamento.

Dassey, hoje maior de idade, poderá ainda processar o Estado pedindo perdas e danos pelo tempo que ficou preso. Esse, inclusive, foi o que Steven Avery fez após passar boa parte da vida preso por um crime que comprovadamente não cometeu antes. Ambos passaram quase a metade da vida presos.

Deixe uma resposta

ss