FOTO: REPRODUçãO

Por: Bruno Carvalho

Chicago Justice estreia no Canal Universal para matar sua sede de justiça!

O Canal Universal está trazendo ao Brasil com exclusividade a série Chicago Justice. O drama jurídico chega para ampliar o rico universo de produções do lendário produtor Dick Wolf na TV e a estreia esta marcada para 06/04 a partir das 22h e todas as quintas-feiras no mesmo horário tem episódio inédito.

Segue o parecer:

A petição inicial

Como advogado, confesso que esse é um dos meus gêneros favoritos. Analisando a “petição inicial” de Chicago Justice, já vi que ela tem tudo para agradar o júri popular dos fãs de séries. O drama promete apresentar a realidade crua do sistema judiciário e político da cidade mais agitada da TV. Na sala do tribunal encontraremos o promotor Peter Stone (Philip Winchester, de The Player), que é filho de ninguém menos que Ben Stone, de Law & Order!

É ele que vai precisar convencer o juiz, enquanto tenta carreira longe da sombra do pai. Aliás, Chicago Justice é a única série jurídica hoje no ar narrada sob o olhar da Promotoria, ou seja, o departamento do Ministério Público responsável por processar e colocar atrás das grades bandidos – dos violentos aos que cometem crimes de colarinho branco.

O ônus da prova

 No Direito existe uma máxima: quem acusa é que tem o ônus da prova. Por isso, Peter contará com o departamento de polícia de Chicago P.D., que conduzirá muitas das investigações que vão parar no tribunal. Aliás, um bom processo é instruído com informações técnicas e precisas, o que também vai tornar indispensável os depoimentos de peritos da turma de Chicago Med e Chicago Fire.

Contestação

A trajetória de Peter no fórum não vai ser tão simples. Enquanto ele é implacável e opta sempre por servir as provas de forma fragmentada, seu colega Mark Jeffries (o inigualável Carl Weathers) enxerga os casos sob um prisma mais político e acredita que um bom procurador tem que dar ao público uma narrativa limpa, digerível e clara.

É por isso que Peter vai contar com a sua assistente de promotoria Anna Valdez e o investigador Antonio Dawson, transferido da equipe de inteligência de Chicago P.D.. Além de ex-braço direito do Voight, Antonio também é irmão da paramédica Gabby, de Chicago Fire e chega para dar uma força à equipe da promotoria de Chicago.

O veredito

Feitas as alegações, concluo os autos e intimo todos vocês para acompanhar a estreia de Chicago Justice no Canal Universal, sem ressalvas ou embargos. Assista ao vídeo:

O Canal Universal fornece opções de áudio e legendas. Ouça também o nosso LigadoCast especial sobre séries jurídicas!

2 respostas para “Chicago Justice estreia no Canal Universal para matar sua sede de justiça!”

  1. Murilo Souza disse:

    Boa brunão…. tamo junto

  2. Amanhã!!! Fica LIGADO!

Deixe uma resposta

ss