FOTO: REPRODUçãO

Por: Bruno Carvalho

Greve dos Roteiristas é aprovada e Hollywood pode parar já no dia 1º

Apertem os cintos, Hollywood vai parar! Numa votação praticamente unânime, 96,3% dos membros do Sindicato dos Roteiristas de Hollywood disse “sim” para uma nova greve geral com previsão de começar já no dia 1º de maio.

Qual é a treta?

À título de comparação, a greve que devastou a produção de filmes e séries em 2007 foi aprovada por 90,3%. O motivo do impasse começou com o corte proposto pelos estúdios no custeio de verbas relacionadas a seguros médicos dos profissionais por parte da Aliança dos Estúdios, e escalou com pleitos contratuais para equiparar o valor de repasse de royalties para os membros do Sindicado dos Diretores.

Em termos leigos: de cada ingresso, série licenciada ou receita com propaganda, um percentual é destinado a profissionais que trabalharam nas produções: roteiristas, produtores, diretores, atores etc. (cada categoria representado pelo seu Sindicato, ou Guild).

O impasse está atualmente 3x maior do que os Produtores concordam em repassar: 535 milhões que os roteiristas pedem x 180 milhões que os estúdios querem oferecer. As negociações devem recomeçar já amanhã, mas especialistas apontam que uma greve é praticamente inevitável.

A estimativa de rombo gerado por uma paralisação geral é de 2.1 a 2.5 bilhões de dólares.

Quais séries serão afetadas e quais estão a salvo?

É difícil precisar, pois não sabemos o status de cada produção. Porém, praticamente todas as séries e filmes que possuem roteiros inacapados serão necessariamente afetados. As únicas produções que podem sair ilesas são programas não roteirizados, tais como reality-shows de competição e game shows, bem como, por óbvio, aquelas que já estão roteirizadas e/ou gravadas.

Aqui vão algumas séries que estão salvas desta greve, pois já estão 100% com temporadas roteirizadas:

  • Game of Thrones (7ª temporada)
  • Defensores (1ª temporada)
  • Justiceiro (1ª temporada)
  • Orphan Black (5ª e última temporada)
  • American Gods (1ª temporada)
  • Stranger Things (2ª temporada)
  • The Leftovers (3ª e última temporada)
  • Veep (6ª temporada)
  • Silicon Valley (4ª temporada)
  • Orange is the New Black (5ª temporada)
  • Sense8 (2ª temporada)
  • Master of None (2ª temporada)
  • Twin Peaks (3ª temporada)
  • Bloodline (3ª e última temporada)
  • Fear the Walking Dead (3ª temporada)
  • Séries estrangeiras, incluindo britânicas (não submetidas ao Sindicato norte-americano)

Aqui algumas séries que podem ser afetadas pela greve:

  • Inumanos
  • Westworld
  • The Walking Dead
  • This is Us
  • American Horror Story
  • American Crime Story
  • Saturday Night Live
  •  The Big Bang Theory
  • Arrow
  • Flash
  • Supergirl
  • Legends of Tomorrow
  • Jessica Jones
  • Demolidor
  • Last Week Tonight with John Oliver
  • Tonight Show, Late Show, Late Night, Conan, Late Late Show etc.
  • Praticamente todas as séries do Fall Season 2017/2018.

Qual é o próximo passo?

Aguardar que as negociações entre estúdios e sindicalistas resumam e encerrem com sucesso, pois a greve é danosa para todas as partes envolvidas na cadeia de produção de filmes e séries em Hollywood. Quem mais sofre são os próprios trabalhadores, já que estúdios e canais possuem “caixa” para aguentar o período de baixa e podem usar projetos engavetados e produtos não roteirizados para manter conteúdo no ar.

Quanto tempo durou a última grande greve dos roteiristas?

Em 2007 a paralisação durou 3 meses.

Quais estúdios compõem a Aliança dos Estúdios (AMPTP)?

CBS Studios, MGM Studios, NBC Universal, 21 Century Fox, Sony Pictures, The Weinstein Company, Lionsgate, Paramount Pictures, Starz, Paramount Pictures, Marvel Studios, Disney e Warner, canais NBC, CBS, FOX e NBC.

15 respostas para “Greve dos Roteiristas é aprovada e Hollywood pode parar já no dia 1º”

  1. Edson disse:

    E por conta da paralisação de 2007 que começou a sequencia absurda de reboots, remakes e revivals de séries e filmes :(

  2. Arthur disse:

    Vish. Se não me falha a memória a última trouxe MUITA ruindade.

  3. Esse fenômeno começou bem depois da greve de 2007, mais após o fim da última era de ouro, por volta de 2012/13.

  4. Marinho Guimarães disse:

    Lembro que a quarta temporada de House foi afetada por essa greve, e em vez dos tradicionais 24 episódios, a temporada teve apenas 16, salvo engano.

  5. Thomas_nf disse:

    Mas Jessica Jones não estava sendo rodada já? Eu achava que essas séries da Netflix já se iniciavam com o roteiro da temporada toda fechado.

  6. Lela disse:

    Ai meu core! Algumas séries salvas outras esperar o resultado desta greve!

  7. coy disse:

    os realities também são afetados pela greve?

  8. Giliard Gomes disse:

    Preacher entra na lista?

    Não encontrei a data para término da produção da segunda temporada, mas acredito que já possa ter sido roteirizada por completo. As gravações começaram no final de janeiro.

  9. Matheus 820 disse:

    é foda por isso q precisamos sair um pouco de Hollywood, fazer projetos independentes como os filmes do shyamalam praticamente os melhores dele são independentes fora de Hollywood.

  10. Henrique Mello disse:

    Está no texto… “As únicas produções que podem sair ilesas são programas não roteirizados, tais como reality-shows de competição e game shows,”

  11. Gabriel Campanha disse:

    Trabalhadores uni-vos

  12. Juliana disse:

    Exatamente. Uma pena, já que House é ótima :D

  13. The Flash não vai ser afetada, porque eles com certeza não usam roteiristas profissionais ?

  14. Carlos Gomez disse:

    Nem ligo. Aproveito e coloco minhas series em dia. Se alguma for cancelada fazer o que ???? Segue a vida !

Deixe uma resposta

ss