FOTO: REPRODUçãO

Por: Bruno Carvalho

Sobre Silvio, Dudu Camargo e a retrógrada TV aberta brasileira

Conforme amplamente noticiado, na semana passada Silvio Santos promoveu um segundo encontro forçado entre a atriz e cantora Maísa e o polêmico apresentador Dudu Camargo, que não terminou nada bem. O dono do SBT mandou tirar do ar o segmento “Jogo dos Pontinhos”, que encerrou com uma tarde cheia de repercussões na emissora. Novamente submetida a uma situação desconfortável, Maísa deixou o programa chorando e interrompeu a gravação do quadro, quando Silvio sugeriu que ela e o apresentador do Primeiro Impacto fizessem as pazes e dessem um selinho.

Colunistas especializados em TV apontam que, além do cancelamento, o clima nos bastidores ficou tenso e envolveu até mesmo o pai da apresentadora, que proibiu o jovem jornalista de mencionar o nome da filha em futuras aparições. Além disso, de acordo com o colunista Flávio Ricco, a produtora Raquel Prado – no SBT há 28 anos – foi sumariamente despedida.

O motivo? Ela foi a única que socorreu Maísa quando percebeu o mal estar gerado.

Enquanto isso, Dudu Camargo comemorou que seu Instagram “praticamente dobrou”. Ao Pânico na Rádio, ele declarou que toda a polêmica “fez subir meu nome”. Na TV, protagonizou um quadro onde fez strip com mulheres. Ainda assim, comenta-se nos bastidores do SBT que ele ganhou um aumento e cogita-se que ele pode vir a ter seu próprio programa de auditório. Tudo, claro, com o aval do patrão.

Maísa foi e segue duramente criticada na Internet por sua postura de enfrentar o chefe, mesmo sendo de seu pleno direito recusar a participar de certas iniciativas.

Patriarcal e machista, a TV aberta brasileira hoje parece viver como se ainda estivesse na década de 50, quando foi inaugurada por Hebe Camargo. Desde os lendários “testes do sofá” e a objetificação de mulheres nos anos 80 e 90 inclusive em atrações infantis, pouca coisa mudou, especialmente quando um âncora precisa esconder quem realmente é pra poder fazer o sucesso que faz.

Mais do que isso, toda essa situação evidencia que as grandes emissoras abertas seguem alheias ao momento de inclusão, respeito e igualdade em que pelo menos o mundo ocidental positivamente vivencia. De canal de vanguarda, o SBT tornou-se a casa de figuras repugnantes em seus jornalísticos, humorísticos e talk-shows.

O que as operadoras de TV a cabo fizeram cortando o sinal de parte desses canais acabou virando um dos melhores serviços prestados ao assinante, que é poupado de ver o que está acontecendo semana após semana. Cresci assistindo ao SBT e ao Silvio e fico cada vez mais triste de ver o que aquela casa virou.

11 respostas para “Sobre Silvio, Dudu Camargo e a retrógrada TV aberta brasileira”

  1. Joel Santana #Processado disse:

    Uma pena ver o SBT se transformar na casa da mediocridade televisiva

  2. Luiza Ayres disse:

    SBT virou lixo televisivo, faz anos que não sintonizo esse canal, muito em parte por causa de seu dono gaga mau educado, não suporto as brincadeira de mau gosto

  3. Matheus Lima disse:

    So uma correção: nao foram as emissoras q tiraram os sinais da redetv,record e sbt,e sim as próprias emissoras,q n investem nd (e quando fazem, em sua maioria, é d baixo nível) q queriam ganhar um dinheiro a mais pra continuarem a fazer nd d útil.
    Ótimo texto. E ainda bem q nao apareceu nenhum conserva aqui te chamando d comunista ou algo do tipo so por vc ter falado sobre o machismo q ainda se perpetua na tv (e fora dela). E na espera q 1 dia a sociedade descubra o poder q tem d poder mudar a situaçao da midia televisiva no Brasil e mude suas estruturas,se necessario tirando as concessoes d seus atuais ”donos”,e as entregando a quem quer fazer tv d vdd (so espero q isso n faça com q novos conchavos politicos se formem)

  4. Murilo Amador disse:

    Só uma observação, se vc assiste a programas sensacionalistas deveriam distinguir a diferença entre o âncora “ter” que apresentar um programa escondendo quem ele é e o âncora criar um personagem como uma caricatura q define seu programa. Deve-se observar que são coisas absurdamente distintas

  5. Danielle disse:

    ”O que as operadoras de TV a cabo fizeram cortando o sinal de parte
    desses canais acabou virando um dos melhores serviços prestados ao
    assinante, que é poupado de ver o que está acontecendo. Cresci
    assistindo ao SBT e ao Silvio e fico cada vez mais triste de ver o que
    aquela casa virou.”

    exatamente… quando penso q cresci vendo sbt, ‘chiquititas’, ‘tela de sucessos’, ‘cinema em casa’, ‘passa ou repassa’, ‘qual é a música’…
    é triste ver o quanto essa emissora piorou.

  6. Rogerio Fernandes disse:

    Gente é impressão minha, ou só eu acredito que essa menina passou por uma situação de assédio absurda??? São dois homens adultos assediando uma garota de 15 anos. Um assediando durante um programa sugerindo que ela beije um homem maior de idade (19 anos), é esse outro moleque imbecil, usando o nome da garota em suas entrevistas vergonhosas em outros canais, até sugerindo que ela passe uma noite com ele para descobrir como ele acorda pela manhã. E o pior , só não vê quem não quer , o garoto é uma mariquinha fazendo fachada e enganando o público para galgar seus degraus da fama. Seja gay, seja hétero, mas não seja mentiroso!!! Nunca vi esse moleque, mas depois dessa polêmica toda, não verei mesmo!!! E levem em conta que o que está acontecendo é um assédio machista absurdo, pois enquanto o moleque fica dando escândalo atrás de escândalo, a culpada é a menina, aos olhos de muitos. Absurdo!!!!

  7. Marcos Fontes disse:

    Na postagem do face já está cheio de conserva…

  8. Leonardo Damaso disse:

    Simples pq não processa?

  9. ralves58 disse:

    “Se transformar”?… o SBT nao sempre foi a casa da mediocridade televisiva?… Ou coisas como a Banheira do Gugu, o proprio Gugu, programas como Cocktail (conhecido como “Cocktêta, pois seu unico atrativo era mostrar os peitos das garotas) e tantos outros exemplos, nunca existiram?

  10. vinland disse:

    Que pena! Mas foda-se, nao assisto TV aberta mesmo.

  11. Silvio Santos disse:

    “o SBT tornou-se a casa de figuras repugnantes em seus jornalísticos, humorísticos e talk-shows.”

    Não é porque você discorda de algumas opiniões, que pode sair chamando de repugnantes. Menos ódio, mais tolerância. Valeu.

Deixe uma resposta

ss