FOTO: AMC

Por: Bruno Carvalho

Crítica | The Walking Dead segue arrastando igual zumbi no 8×04: Some Guy

Se tem uma coisa mais arrastada que os walkers de The Walking Dead, é a própria série. Por mais uma semana o drama zumbi entregou um episódio fraco, lento e sem foco algum. Nessa altura do campeonato, a série já deveria ter iniciado o segundo arco desta primeira metade da 8ª temporada, mas em vez disso trouxe um capítulo focado majoritariamente no insuportável Rei Ezekiel e nas consequências de seu fracassado plano.

E se uma coisa que The Walking Dead desaprendeu a fazer é episódio focado em apenas um personagem. Confesso que assim que ele encontrou Carol, as coisas melhoraram, mas isso já foi da metade em diante.

FOTO: AMC

O roteiro parece que é escrito com o único propósito de preencher tempo em tela (a série se beneficiaria muito se tivesse menos capítulos por ano) e permanece a constante sensação de que não só não aconteceu nada, com a trama dá um passo à frente e dois atrás.

As cenas de ação, inclusive, seguiram sem nenhuma empolgação, fruto da inércia em que a série se meteu e a pouca experiência do diretor Dan Liu. A montagem segue comprometida, com cenas sendo incluídas sem nenhum tipo de coerência com o que está sendo visto, como nos momentos em que, quando mal vemos, há uma horda de zumbis cercando determinados personagens.

Eles conseguiram, ainda, a proeza de transformar uma perseguição de carros em céu aberto numa bagunça completa (note quantas vezes a câmera desnecessariamente solta o eixo) e sem conseguir gerar qualquer tipo de tensão, algo essencial em sequências do tipo.

O que de fato aconteceu nesse episódio que levou a história pra frente, além do Deus ex-machina com aquele CGI tosco da Shiva e sua morte besta? Sim, ela morre nas HQs, mas aqui a cena foi jogada e não criou nenhuma expectativa para esse importante momento. Rick e Daryl como figurantes de luxo, discursinhos vazios e mais enrolação.

É meus reis, há um motivo pelo qual The Walking Dead vem perdendo audiência a cada semana. Onde está Negan? Onde estão os conflitos? A série está andando em círculos e nos levando junto.

  • Thiago Maxwell

    So nao desisto da mesma por ja ter investido muito tempo de minha vida nela

  • Anderson Lima

    Mais do mesmo

  • klaus

    aquela perseguição dos jipes/moto me lembrou dos filmes anos 80

  • O problema é que tem muita história para contar e ao invés de serem mais diretos, ficam “enfeitando o pavão”… ainda acredito que na melhora da série, oremos! :)

  • Junior

    Esse episódio e nada dá no mesmo. Que LIXO

ss