FOTO: NBC

Por: Bruno Carvalho

Em comunicado rígido, FX cancela Louie e expulsa o comediante do canal

Os laços de Louis C.K. com o canal FX vêm desde Louie, sitcom produzida pelo comediante, que tinha liberdade criativa total. Em entrevista a David Letterman, ele chegou a dizer que o FX sequer revisava os episódios após editados, tamanha a confiança do canal no produtor, roteirista e ator.

Mas devido ao escândalo de assédio sexual em que o próprio admitiu ter de fato cometido com pelo menos cinco mulheres, o canal tomou uma série de decisões drásticas: cortou todos os laços com C.K., cancelou a série Louie (que estava em hiato) e o expulsou de todas as séries em que ele tinha envolvimento, seja como produtor ou como roteirista.

Abaixo o comunicado

Hoje o FX e a FX Productions estão encerrando a associação com Louis C.K.. Estamos cancelando o abrangente acordo entre a FX Productions e sua produtora de conteúdo, a Pig Newton. Ele não mais servirá como produtor executivo ou receberá nenhum tipo de pagamento pelas quatro séries que produzíamos com ele – Better Things, Baskets, One Mississippi e The Cops.

Louis confirmou hoje a veracidade dos relatos de cinco mulheres que foram vitimizadas pelo seus atos, que nós não tínhamos conhecimento. Até onde sabemos, seu comportamento nos últimos oito anos em todas as cinco séries que ele produziu foi profissional. No entanto, não é hora dele fazer séries de televisão. É hora dele honestamente se redimir com as mulheres que tornaram públicas suas experiências dolorosas, num processo que começou hoje com sua declaração pública.

O FX e a FX Productions permanecem comprometidos em fazer o que for possível para assegurar que todas as pessoas trabalhem num ambiente seguro, respeitoso e justo, e nós continuaremos a revisar todas essas produções para que permaneçam assim.”

De ontem pra hoje, Louis C.K. perdeu contratos com a HBO, Netflix e seu filme I Love Daddy não mais será lançado nos cinemas.

4 respostas para “Em comunicado rígido, FX cancela Louie e expulsa o comediante do canal”

  1. adrianotenorio disse:

    Ah, essa urgência marketeira de se desligar desesperadamente quando a casa cai…
    Ninguém sabia? Nem desconfiava?
    Bom, é só mais uma na lista que vai aumentar…

  2. losk disse:

    Melhor que a netflix que demite o cara mas deixa o conteúdo.

  3. adrianotenorio disse:

    Acho quase igual. A diferença é que o Louie não é um personagem, ele é o próprio produto, o que deixa o estúdio sem opções.

  4. losk disse:

    Eu tava comparando com a HBO. Que tirou os programas dele do streaming, fazendo ele perder royaltis. E cancelou futuros contratos.

Deixe uma resposta

ss