FOTO: AMAZON

Por: Allan Verissimo

Transparent: criadora planeja matar personagem de Jeffrey Tambor após acusações

Transparent está numa péssima situação. De acordo com fontes do The Hollywood Reporter, a criadora Jill Soloway (Six Feet Under) e os seus roteiristas estão lutando para salvar a série do cancelamento após uma segunda acusação de assédio sexual contra o ator protagonista Jeffrey Tambor ter sido divulgada publicamente.

A primeira acusação ocorreu há algumas semanas, feita pela ex-assistente de Tambor, a atriz transgênera Van Barnes, que alegou, numa postagem privada no Facebook, ter testemunhado um comportamento inapropriado do ator em relação à ela. Na madrugada de sexta-feira (17), a atriz transgênera Trace Lysette, que participou de vários episódios das quatro temporadas de Transparent, alegou ter sido assediada sexualmente por Tambor durante as gravações. Outra atriz que participou de todas as temporadas da série, Alexandra Billings, presenciou o ocorrido e confirma as acusações de Lysette. Embora Lysette tenha pedido para a Amazon demitir Tambor, ela também solicitou que o serviço de streaming continuasse exibindo a série pela sua importância e apoio aos transgêneros. A Amazon Studios já iniciou uma investigação interna.

Os roteiristas de Transparent já estavam escrevendo a quinta temporada, prevista para estrear no segundo semestre de 2018, quando as alegações vieram ao público. Agora, Soloway está tentando encontrar uma maneira de tirar a personagem principal vivida por Tambor, Maura Pfefferman, da trama. De acordo com fontes confiáveis do Hollywood Reporter, Solloway terá até pedido para a Amazon mais tempo para arrumar uma maneira criativa de matar Maura na série.

As atitudes de Solloway são sensatas, considerando a decisão da Netflix de tirar Kevin Spacey da temporada final de House of Cards após acusações de assédio e abuso sexual terem sido reveladas ao público.

Tambor, em declaração, disse que ele “pode ser uma pessoa muito difícil” de se trabalhar, mas nega as acusações de que tenha cometido assédio.

Deixe uma resposta

ss