FOTO: NETFLIX

Por: Bruno Carvalho

Aziz Ansari, de Master of None, é acusado de abuso sexual por fotógrafa

“Foi a pior noite da minha vida”, relatou a fotógrafa de 23 anos que se identificou apenas como “Grace” em uma entrevista à publicação Babe. Segundo ela, durante um encontro com o ator Aziz Ansari (Master of NoneParks and Recreation), as coisas saíram do controle. Ela o conheceu numa festa enquanto tirava fotos. Os dois trocaram telefones e marcaram um jantar. Abaixo uma das fotos que ela tirou:

FOTO: BABE.NET

O vencedor do Globo de Ouro por melhor atuação na série de comédia da Netflix foi acusado de abuso sexual. “Grace” decidiu falar à publicação depois que viu Ansari com o bottom da iniciativa Time’s Up na premiação, que combate casos semelhantes. Ela não está processando o ator ou exigindo qualquer tipo de compensação financeira.

“Grace” relata que após um jantar com Ansari, os dois se dirigiram para o apartamento dele. A situação teria acontecido em setembro do ano passado, próximo do Emmy. Enquanto ela ficava com o ator, ela relata que ele começou a agir inapropriadamente, primeiro despindo-a e colocando as mãos nos seios da fotógrafa sem consentimento e depois indo buscar um preservativo, mesmo ela tendo verbalizado que não queria sexo.

Ela relata que logo em seguida eles praticaram sexo oral um no outro ele enfiou os dedos em sua garganta e tentou penetrar sua vagina com a mão. Ele dava beijos agressivos e queria forçá-la a praticar sexo, puxando-a em direção ao seu pênis. Ela relata que durante a insistência dele, ela congelou e parou de falar. Quando as coisa se acalmaram, ela relata que ele cessou as investidas, se vestiu e colocou um episódio de Seinfeld e tudo que ela conseguia pensar era que acabara de ser violentada. Ela disse que saiu da casa do ator pedindo um Uber e chorou durante todo o caminho até sua residência.

No dia seguinte, ela mandou uma mensagem pro ator, que foi compartilhada pela publicação que a entrevistou:

Procurado pela publicação antes da matéria ir ao ar, Aziz Ansari não comentou o ocorrido, mas se manifestou após. Leia o comunicado dele.

  • Vitor Martins

    O caso é muito mais complexo do que dito na matéria. Acho que vale um esforço, até para o bem do movimento #metoo, de mais matérias para o público em português. Sei que nos EUA eles têm debatido bastante esse caso.

ss