FOTO: TELEVISION ACADEMY

Por: Bruno Carvalho

Emmy 2018: minhas previsões e apostas para os vencedores desta noite

A cerimônia de entrega do 2018 Primetime Emmy Awards ocorrerá esta noite, 17 de setembro, direto do Microsoft Theatre, com transmissão ao vivo pela TNT no Brasil (TV e app TNT GO via streaming). O evento será apresentado por Michael Che e Colin Jost, a dupla do Weekend Update do programa Saturday Night Live e terá produção de Lorne Michaels. Pela primeira vez em décadas, a HBO perdeu o título de emissora mais indicada na premiação. Com 108 indicações este ano (incluindo em categorias técnicas), ela passa a amargar o 2º lugar depois das impressionantes 112 indicações da Netflix, que se torna a líder do Emmy 2018. Abaixo as minhas previsões e preferências para os vencedores deste ano nas principais categorias, confira:

Melhor Série Cômica

Atlanta, FX
Barry, HBO
Blackish
, ABC

Curb Your Enthusiasm, HBO
GLOW, Netflix
The Marvelous Mrs. Maisel, Amazon Prime Video
Silicon Valley
, HBO

Unbreakable Kimmy Schmidt, Netflix

Quem vai ganhar: Atlanta
Quem deveria ganhar: Atlanta

Apesar de gostar muito de The Marvelous Mrs. MaiselKimmy Schmidt (que concorre apenas com meia temporada), BarryCurb Your Enthusiasm, é indiscutível que a última temporada foi dominada pela ascensão de Donald Glover tanto na TV, no cinema (onde interpretou Lando Clarissian em Han Solo: Uma Aventura Star Wars) e na música (com o incisivo clipe This is America). Ele levará a melhor série não apenas por seu nome estar em evidência na cabeça dos votantes, como também porque Atlanta foi a melhor série cômica da temporada 2017/2018. Tematicamente relevante em todos os capítulos, a produção escrita pelo próprio Glover também tem uma multiplicidade de estrutura em seus episódios. Esta é, de longe, a série cômica mais interessante da lista que, como falei, inclui ótimos nomes.

FOTO: FX

Melhor Atriz em Série Cômica

Pamela Adlon, Better Things
Rachel Brosnaham, The Marvelous Ms. Maisel
Allison Janney, Mom
Issa Rae, Insecure
Tracee Ellis Ross, Black-ish
Lily Tomlin, Grace and Frankie

Quem vai ganhar: Rachel Brosnaham
Quem deveria ganhar: Rachel Brosnaham

Depois de estourar com a personagem Rachel Posner em House of Cards e ter feito diversas participações menores em outras produções, Rachel Brosnaham desponta com seu talento cômico absurdo em The Marvelous Ms. Maisel da Amazon. Sua performance é brilhante, enérgica e conversa bem com o cenário social atual, mesmo a produção sendo ambientada nos anos 50. Outra que poderia levar é Tracee Ellis Ross, de Black-ish, mas este ano acho que o Emmy de melhor atriz ficará com Brosnaham (tomara que não vá, de novo, para Allison Janney que, apesar de excelente atriz, já levou diversas estatuetas pela fraca Mom).

FOTO: AMAZON PRIME VIDEO

Melhor Ator em Série Cômica

Anthony Anderson, Black-ish
Ted Danson, The Good Place
Larry David, Curb Your Enthusiasm
Donald Glover, Atlanta
Bill Hader, Barry
William H. Macy, Shameless

Quem vai ganhar: Donald Glover
Quem deveria ganhar: Bill Hader

Esta é a categoria que vai dizer se os votantes da Academia de Artes e Ciências Televisivas consideraram a melhor atuação ou o melhor momento. Conforme falei acima, o nome de Glover estava em evidência na última temporada, não apenas por seu trabalho na TV. Como intérprete, Glover é OK, sendo muito mais competente e vanguardista como roteirista e letrista. Acho que vai dar ele, embora o Emmy, se for justo, ficará nas mãos de Bill Hader, que surpreendeu muito com a comédia de humor negro Barry da HBO.

FOTO: FX

Melhor Atriz Coadjuvante em Série Cômica

Zazie Beetz, Atlanta
Alex Borstein, The Marvelous Mrs. Maisel
Aidy Bryant, Saturday Night Live
Betty Gilpin, GLOW
Leslie Jones, Saturday Night Live
Kate McKinnon, Saturday Night Live
Laurie Metcalf, Roseanne
Megan Mullally, Will & Grace

Quem vai ganhar: Kate McKinnon
Quem deveria ganhar: Megan Mullally

Uma das categorias que sempre são as mais concorridas no Emmy é a de melhor atriz coadjuvante, justamente porque a Academia não separa atrizes de programas de variedades como o SNL de séries de comédia em si (o que na minha visão é um erro). Com tantos bons nomes, acho que a Academia premiará a performance de Kate McKinnon, que se tornou a principal headliner do programa. Meu voto iria para Megan Mullally, que apesar de já estar bastante confortável no papel de Karen em Will & Grace, ela retornou ainda mais ácida e crítica nesta temporada.

FOTO: NBC

Melhor Ator Coadjuvante em Série Cômica

Louie Anderson, Baskets
Alec Baldwin, Saturday Night Live
Tituss Burgess, Unbreakable Kimmy Schmidt
Brian Tyree Henry, Atlanta
Tony Shalhoub, The Marvelous Mrs. Maisel
Kenan Thompson, Saturday Night Live
Henry Winkler, Barry

Quem vai ganhar: Henry Winkler
Quem deveria ganhar: Tituss Burgess ou Tony Shalhoub

A Academia adora quando atores veteranos de séries antigas retornam em produções novas, como é o caso de Henry Wrinkler, o eterno “Fonzie” da clássica Happy Days. Embora sua atuação em Barry seja boa, considero que Tituss Burgess é o intérprete mais versátil da categoria, sendo consistentemente o maior destaque cômico da ótima Unbreakable Kimmy Schmidt. Tony Shalhoub também está fenomenal em The Marvelous Mrs. Maisel e mereceria este prêmio.

FOTO: HBO

Melhor Atriz Convidada em Série Cômica

Tina Fey, Saturday Night Live
Tiffany HaddishSaturday Night Live
Jane Lynch, The Marvelous Mrs. Maisel
Maya Rudolph, The Good Place
Molly Shannon, Will & Grace
Wanda Sykes, Blackish

Quem ganhou: Tiffany Haddish levou o prêmio durante a cerimônia do Creative Arts Emmy Awards semana passada, mas meu voto iria para a sempre multitalentosa Tina Fey.

Melhor Ator Convidado em Série Cômica

Sterling K. Brown, Brooklyn Nine-Nine
Bryan Cranston, Curb Your Enthusiasm
Donald Glover, Saturday Night Live
Bill Hader, Saturday Night Live
Katt Williams, Atlanta

Quem ganhou: Katt Williams levou o prêmio no Creative Arts Emmy Awards, bem merecido.

Melhor Série Dramática

The Americans, FX
The Crown,
Netflix
Game of Thrones,
HBO
Stranger Things 2,
Netflix
The Handmaid’s Tale, Hulu

This is Us,
NBC
Westworld,
HBO

Quem vai levar: The Handmaid’s Tale
Quem deveria levar: The Americans

É inevitável que The Handmaid’s Tale se sagre como a grande vencedora da noite pelo segundo ano consecutivo, derrotando todas as outras séries. A produção é a que mais está antenada com movimentos atuais como o MeToo e possui uma mensagem forte e contundente, além de ser extremamente bem produzida, dirigida e roteirizada. Meu voto este ano, contudo, seria para The Americans, drama que foi esnobado pela produção ao longo das temporadas, mas que entregou um ano final excepcional. Não sei o que Stranger Things 2 está fazendo na lista, pois não é, nem de longe, uma das 7 melhores do ano (entrou em 19ª no meu Top 20 de 2017).

FOTO: HULU

Melhor Atriz em Série Dramática

Claire Foy, The Crown
Tatiana Maslany, Orphan Black
Elisabeth Moss, The Handmaid’s Tale
Sandra Oh, Killing Eve
Keri Russell, The Americans
Evan Rachel Wood, Westworld

Quem vai levar: Elisabeth Moss
Quem deveria levar: Elisabeth Moss

Categoria dificílima onde todas as atrizes concorrentes merecem, e muito, a estatueta de Melhor Atriz. A melhor, contudo, é Elisabeth Moss, que transforma June/Offred num símbolo da luta contra o abuso e entrega uma performance complexa e poderosa na 2ª temporada de The Handmaid’s Tale. Eu gosto muito também do domínio que Claire Foy e Evan Rachel Wood possuem em cena e fico triste por Keri Russel não ter chances de levar pela última temporada de The Americans (a não ser que a Academia surpreenda e decida premiá-la pelo “conjunto da obra”, já que esta é a última oportunidade de sagrá-la pelo papel).

FOTO: HULU

Melhor Ator em Série Dramática

Jason Bateman, Ozark
Sterling K. Brown, This is Us
Ed Harris, Westworld
Matthew Rhys, The Americans
Milo Ventimiglia, This Is Us
Jeffrey Wright, Westworld

Quem vai levar: Matthew Rhys
Quem deveria levar: Matthew Rhys

Aqui talvez seja a única categoria das principais em que The Americans tem mais chances de levar, muito pela atuação de Rhys na reta final da série como o resignado espião russo Phillip Jennings. Todos aí, à exceção de Jason Bateman (que é ótimo, mas interpreta sempre o mesmo papel) deveriam levar. Gosto muito do que Jeffrey Wright fez na 2ª temporada de Westworld, mas há uma certa restrição histórica da Academia com séries de ficção científica. O único que teria chance de destituir Rhys, ao meu ver, é Sterling K. Brown, que domina todas as cenas em This is Us.

FOTO: FX

Melhor Atriz Coadjuvante em Série Dramática

Alexis Bledel, The Handmaid’s Tale
Millie Bobby Brown, Stranger Things 2
Ann Dowd, The Handmaid’s Tale
Lena Headey, Game of Thrones
Vanessa Kirby, The Crown
Thandie Newton, Westworld
Yvone Strahovski, The Handmaid’s Tale

Quem vai levar: Yvone Strahovsky
Quem deveria levar: Ann Dowd

Não há dúvidas que o prêmio de melhor atriz coadjuvante de 2018 ficará em The Handmaid’s Tale pela quantidade de atrizes indicadas. Apesar de Yvone Strahovsky (Chuck) ter tido várias “Emmy Tapes” ao longo da 2ª temporada, é indiscutível que a performance de Ann Dowd (esnobada pela Academia por seu papel em The Leftovers) é a melhor intérprete da lista e possui um papel muito mais complexo e difícil (especialmente para uma mulher) executar. Não sei o que Millie Bobby Brown está fazendo nesta lista, pois sua atuação em Stranger Things 2 é bastante limitada e ela ainda tem muito a crescer como atriz para chegar ao nível das outras indicadas.

FOTO: HULU

Melhor Ator Coadjuvante em Série Dramática

Nikolaj Coster-Waldau, Game of Thrones
Peter Dinklage, Game of Thrones
Joseph Fiennes, The Handmaid’s Tale
David Harbour, Stranger Things 2
Mandy Patinkin, Homeland
Matt Smith, The Crown

Quem vai levar: Joseph Fiennes
Quem deveria levar: Joseph Fiennes

Esta não é uma seleção forte, tanto que aposto que o Emmy ficará em The Handmaid’s Tale ajudando esta a ser, novamente, a grande campeã da noite. Não foi a melhor temporadas de Coster-Waldau e Dinklage em Game of Thrones e Matt Smith está longe de ter a amplitude necessária para figurar como vencedor, estando limitado à linear atuação como Prince Phillip em The Crown.

FOTO: HULU

Melhor Atriz Convidada em Série Dramática

Viola Davis, Scandal
Kelly Jenrette, The Handmaid’s Tale
Cherry Jones, The Handmaid’s Tale
Diana Rigg, Game of Thrones
Cicely Tyson, How to Get Away With Murder
Samira Wiley, The Handmaid’s Tale

Quem levou: Samira Wiley foi a vencedora da categoria, anunciada no Creative Arts Emmy Awards na semana passada. Merecidíssimo.

Melhor Ator Convidado em Série Dramática

F. Murray Abraham, Homeland
Cameron Britton, Mindhunter
Matthew Goode, The Crown
Ron Cephas Jones, This is Us
Gerald McRaney, This is Us
Jimmi Simpson, Westworld

Quem levou: Ron Cephas Jones foi o vencedor da categoria, anunciado no Creative Arts Emmy Awards na semana passada. Também merecidíssimo.

Melhor Série Limitada

The Alienist, TNT
The Assassination of Gianni Versace: American Crime Story, FX
Genius: Picasso, NatGeo
Godless, Netflix
Patrick Melrose, Showtime

Quem vai levar: American Crime Story
Quem deveria levar: qualquer outra, menos American Crime Story

FOTO: FX

A Academia tem uma afeição cega por Ryan Murphy nesta categoria, algo que os impede de enxergar os vários defeitos em suas produções, em especial na fraca 2ª temporada de American Crime Story com o tema do Assassinato de Gianni Versace (que era mais sobre o assassino e pouco sobre o crime em si ou sua vítima). Tanto Godless quanto Patrick Melrose são excepcionais e até The Alienist, apesar dos diversos problemas de desenvolvimento da série limitada. The Sinner, inclusive, merecia estar nessa lista.

Melhor Atriz em Série Limitada ou Filme Para TV

Jessica Biel, The Sinner
Laura Dern, The Tale
Michelle Dockery, Godless
Edie Falco, Law & Order: True Crime
Regina King, Seven Seconds
Sarah Paulson, American Horror Story: Cult

Quem vai levar: Laura Dern
Quem deveria levar: Laura Dern

Não tem pra ninguém nesta categoria. Dern comanda a cena em The Tale, filme da HBO cujo tema (vítimas de estupro) também é socialmente relevante para o momento em que Hollywood vive. Edie Falco pela primeira vez entregou uma atuação aquém de seu potencial na fraca Law & Order: True Crime e Regina King, apesar de sempre boa, protagoniza uma produção (Seven Seconds) que não ganhou nenhuma tração em público e crítica, o que prejudicará sua campanha.

Melhor Ator em Série Limitada ou Filme Para TV

Antonio Banderas, Genius: Picasso
Darren Criss, The Assassination of Gianni Versace: American Crime Story
Benedict Cumberbatch, Patrick Melrose
Jeff Daniels, The Looming Tower
John Legend, Jesus Christ Superstar Live in Concert
Jesse Plemons, Black Mirror

Quem vai levar: Darren Criss
Quem deveria levar: Benedict Cumberbatch

Novamente, o amor da Academia por Murphy falará mais alto aqui, impedindo que qualquer ator tire o prêmio das mãos de Darren Criss. Ele está, sim, ótimo na temporada, mas igualmente bons estão Cumberbatch em Patrick Melrose e Jeff Daniels em The Looming Tower. Criss é certo nessa, contudo.

FOTO: FX

Melhor Atriz Coadjuvante em Série Limitada ou Filme Para TV

Sara Bareilles, Jesus Christ Superstar Live in Concert
Penelope Cruz, The Assassination of Gianni Versace: American Crime Story
Judith Light, The Assassination of Gianni Versace: American Crime Story
Adina Porter, American Horror Story: Cult
Merrit Wever, Godless
Letitia Wright, Black Mirror

Quem vai levar: Penelope Cruz
Quem deveria levar: Penelope Cruz

Ainda que mal apareça e sua presença em American Crime Story como Donatella Versace seja totalmente dispensável para a história daquela série, é inegável que a interpretação que ela fez da estilista que se tornou dona do império da moda após a morte de seu irmão é a performance mais marcante desta lista de indicados e não tem como não reconhecer isso, mesmo que não gostando da série.

FOTO: FX

Melhor Ator Coadjuvante em Série Limitada ou Filme Para TV

Jeff Daniels, Godless
Brandon Victor Dixon, Jesus Christ Superstar Live in Concert
John Leguizamo, Waco
Ricky Martin, The Assassination of Gianni Versace: American Crime Story
Edgard Ramirez, The Assassination of Gianni Versace: American Crime Story
Michael Stuhlbarg, The Looming Tower
Finn Wittrock, The Assassination of Gianni Versace: American Crime Story

Quem vai levar: Jeff Daniels
Quem deveria levar: Jeff Daniels

Esta é mais uma das categorias onde não tem pra outro ator que não seja Jeff Daniels, que também merecia levar por The Looming Tower (onde concorre como protagonista). É risível a participação de Ricky Martin em American Crime Story (e mais ainda essa indicação), enquanto Edgard Ramirez está apenas OK no papel da vítima da temporada.

Melhor Filme Para TV

Farenheit 451, HBO
Flint,
Lifetime
Paterno,
HBO
The Tale,
HBO
USS Callister (Black Mirror),
Netflix

Quem vai levar: The Tale
Quem deveria levar: The Tale

Não tem como The Tale não ser a vencedora desta categoria, ainda mais com outros exemplos como o péssimo Farenheit 451 da HBO e o regular Paterno. Gosto muito de USS Callister (embora não seja filme, e sim um episódio), mas aqui chamo atenção para o fato de que a Academia até indica, mas raramente premia produções de ficção científica.

Melhor Reality-Show Estruturado

Antiques Roadshow, PBS
Fixer Upper,
HGTV
Lip Sync Battle,
Paramount Network
Queer Eye,
Netflix
Shark Tank,
ABC
Who Do You Think You Are?,
TLC

Quem levou: Queer Eye foi merecidamente o vencedor desta categoria no Creative Arts Emmy.

FOTO: NETFLIX

Melhor Série de Variedades/Esquetes

At Home with Amy Sedaris, truTV
Drunk History, Comedy Central
I Love You, America with Sarah Silverman, Hulu
Portlandia,
IFC
Saturday Night Live, NBC
Tracey Ullman’s Show, HBO

Quem vai levar: SNL
Quem deveria levar: SNL

Ninguém aborda melhor política e questões sociais relevantes como Saturday Night Live e o programa ganhou outra dimensão pós-Trump.

E aí, quais são as apostas de vocês? Acompanhem o Emmy com o Ligado hoje a partir das 22h no Twitter, Facebook e Instagram @ligadoemserie!

ss