FOTO: FOX

Por: Bruno Carvalho

CADE aprova compra da FOX pela Disney, desde que ela se livre do FOX Sports

Conforme reportamos anteriormente, a aquisição da FOX pela Disney encontra barreiras de agências regulatórias antitruste ao redor do mundo. No Brasil, a operação estava sob avaliação do CADE, o Conselho Administrativo de Defesa Econômica, que finalmente autorizou a transação. Isso, contanto que a Disney se livre da FOX Sports.

Com base na decisão, a nova controladora terá um prazo para alienar a participação da empresa adquirida a um terceiro, para que não se forme uma concentração econômica excessiva no segmento pelas mãos da Disney, que já detém a ESPN. Do contrário, seria formado um dopólio.

A disposição da FOX Sports terá que ser feita no regime conhecido como “as is” ou “porteira fechada”, com todos os bens, ativos e direitos, incluindo os de transmissão da Copa Libertadores da América e Sul-Americana. A Disney também será proibida de disputar contratos de transmissão que hoje são detidos pela FOX Sports, num regime de “não-concorrência” forçada.

A operação de aquisição foi de US$ 71 bilhões de reais e envolve a compra da 20th Century FOX, 21st Century FOX, FOX Television e outras, ficando de fora as divisões de notícias de viés conservador, que permanecerão no controle de Rupert Murdoch, o atual dono.

Os comentários estão desativados.

ss