FOTO: AMC

Por: Bruno Carvalho

Derivado de Breaking Bad chegará pela Netflix e vai contar o que aconteceu com Jesse Pinkman

De acordo com o site Deadline, o derivado de Breaking Bad será uma co-produção da Netflix com o canal AMC, que pode ser exibido de forma episódica, como uma microssérie, ou como um longa-metragem. A produção, que está sendo comandada em sigilo, deve ser estrelada por Aaron Paul e contará o que aconteceu com o personagem Jesse Pinkman após o fim da série. A direção e roteiro ficarão a cargo de Vince Gillighan, que comandou a série original e está à frente do prequel Better Call Saul, sobre o personagem Saul Goodman.

Ainda de acordo com a publicação, a Netflix terá a primeira janela de exibição do filme ou microssérie, que só depois será veiculado na TV paga norte-americana pelo canal AMC, que originalmente produziu a série com a Sony Pictures Television.

A parceria entre Netflix e AMC continua com a produção de Better Call Saul, que possui distribuição global exclusiva pela gigante do streaming.

O derivado de Breaking Bad está sendo rodado na cidade de Albuquerque, palco dos eventos da série, sob o codinome Greenbriar. É comum que séries ou filmes utilizem títulos provisórios de produção, como já aconteceu recentemente com Demolidor (Bluff), Punho de Ferro (Kick), Luke Cage (Tiara), O Justiceiro (Crime) e Os Defensores (Group Therapy). Esta é uma forma de identificar o título provisoriamente para evitar vazamentos.

Não se sabe se Bryan Cranston ou outros atores da série original retornarão para participação, mas o próprio Cranston confirmou que o filme está sendo produzido, embora tenha alegado não ter tido acesso ao roteiro quando foi entrevistado em novembro.

A Netflix, a AMC ou a Sony Pictures Television não confirmaram e nem negaram a informação do site Deadline.

Os comentários estão desativados.

ss