FOTO: HBO

Por: Bruno Carvalho

Deixando Neverland: HBO exibirá bombástico documentário sobre Michael Jackson

Leaving Neverland é um documentário de duas partes que explora as experiências separadas, mas paralelas, de dois jovens rapazes, James Safechuck, aos dez anos de idade, e Wade Robson, aos sete anos, ambos amigos de Michael Jackson. Por meio de entrevistas descritas como “angustiantes” com Safechuck, agora com 40 anos, e Robson, agora com 36 anos, bem como suas mães, esposas e irmãos, o filme produz um retrato dos supostos abusos cometido pelo falecido Rei do Pop Michael Jackson. O filme diz que vai explorar os sentimentos que levaram ambos a confrontarem suas alegadas experiências com o cantor.

Dirigido por Dan Reed, o filme foi exibido até hoje somente no festival de Sundance e foi adquirido pela HBO. Ele trata de um assunto que foi muito espinhoso na década de 1990 quando Michael Jackson foi acusado de abuso sexual de menores, manchando de vez sua carreira. Na ocasião, ele realizou acordos extrajudiciais, encerrando os casos.

Posteriormente, a promotoria da Califórnia investigou o caso de Gavin Arvizo, um garoto de então 13 anos, que teria sido molestado por Jackson em seu privativo e recluso rancho Neverland (Terra do Nunca). O nome da propriedade é uma alusão à história de Peter Pan, o garoto que nunca cresceu, história que fascinava o cantor. Lá ele recebia a visita de diversas crianças e mantinha um parque de diversões privativo. O caso foi adiante após a exibição do também polêmico documentário Leaving with Michael Jackson, em que o ator afirmava considerar “normal” dividir a cama com crianças e que não havia maldade.

A promotoria indiciou Michael Jackson em quatro acusações de abuso a menor, quatro acusações de intoxicação a menor para molestá-lo (mediante bebida alcoólica), uma acusação de tentativa de abuso a menor, uma acusação de conspiração para manter o menor e sua família em cárcere privado, além de conspiração para cometer extorsão e sequestro de menor. Vale apontar que o cantor foi absolvido pela Justiça norte-americana após um longo julgamento na década seguinte, entre 2004 e 2005, principalmente devido à falta de provas materiais das alegações.

Foto de custódia. Fonte: Tribunal do Condado de Santa Bárbara, CA.

No longo julgamento, testemunhas tanto da família quanto funcionários do Rancho Neverland foram ouvidas. A defesa, à época, conseguiu provar que havia um histórico de extorsão, perjúrio e fraude por parte das famílias do menor. O caso contou também com depoimentos em defesa do cantor do ator Macaulay Culkin.

O documentário Leaving Neverland reacende o caso e já foi contestado pela família de Michael Jackson e por fãs, embora o público que já o assistiu considerou os relatos “perturbadores”. Michael Jackson faleceu em 25 de junho de 2009 e sempre se declarou como inocente de todas as acusações.

FOTO: SONY PICTURES

Nos EUA, Leaving Neverland será exibido nos dias 3 e 4 de março na HBO norte-americana e nos dias 16 e 17 de março às 20h na HBO Brasil.

Os comentários estão desativados.

ss