FOTO: HBO

Por: Allan Verissimo

Netflix, Amazon e Disney disputam contrato milionário dos criadores de Game of Thrones

O reinado dos showrunners de Game of Thrones, David Benioff e D.B. Weiss na HBO parece estar chegando ao fim. A dupla que criou e conduziu a série de fantasia baseada nos livros de George R.R. Martin ao longo 12 anos (o piloto começou a ser escrito em 2007), está em negociações para encontrar uma nova casa para os seus projetos. De acordo com as fontes do The Hollywood Reporter, Benioff e Weiss já tiveram reuniões com o Amazon Prime Video, Netflix, e mais recentemente, com a Disney.

Ainda de acordo com as fontes, o Prime Video era a principal escolha da dupla até duas semanas atrás, quando a Netflix ressurgiu com uma oferta competitiva. A Disney também entrou na contenda mais recentemente, oferecendo um acordo para séries com a FX Productions (que agora pertence à companhia após a aquisição da 21st Century FOX), assim como um acordo para filmes. Vale lembrar que Benioff e Weiss já estão com um pé na Disney produzindo a nova trilogia Star Wars.

FOTO: HBO

As fontes informam que Benioff e Weiss estão procurando um acordo de 200 milhões, superando os 150 milhões do pacto que Jonathan Nolan e Lisa Joy, os criadores de Westworld, assinaram com o Prime Video em abril. O acordo de cinco anos de Nolan e Joy é estimado para valer 30 milhões por ano.

Os interesses dos grandes estúdios de cinema, TV e streaming para trabalharem com Benioff e Weiss aumentaram nesse último mês, principalmente após a divisiva temporada final de Game of Thrones ter obtido o recorde de 32 indicações no Emmy. A dupla já teria começado discretamente a cavar a sua nova vaga no mercado no início desse ano, em reuniões com a Warner (que está nas negociações finais para um acordo de 500 milhões com a Bad Robot, produtora de J.J. Abrams), Disney, Comcast, Prime Video e Apple.

FOTO: HBO

Com Game of Thrones encerrada, Benioff e Weiss teriam declarado em focar na construção da sua própria produtora. Qualquer acordo novo com a dupla teria que incluir custos para uma companhia de produção. O único obstáculo nessa história é: quando Benioff e Weiss teriam tempo para desenvolver novos projetos, agora que estão ocupados com Star Wars?

O primeiro filme da nova trilogia já está agendado para 16 de dezembro de 2022. A Disney também reservou as datas de mais dois filmes da franquia para dezembro de 2024 e dezembro de 2026, mas ainda não se sabe se serão filmes de Benioff e Weiss ou de Rian Johnson, diretor de Os Últimos Jedi e que está desenvolvendo uma segunda trilogia. Sabe-se apenas que por enquanto, Star Wars será a principal prioridade da dupla.

Em 2017, a HBO anunciou que Benioff e Weiss escreveriam e produziriam Confederate, uma série situada numa timeline alternativa onde os Confederados teriam vencido a Guerra Civil Americana e a escravidão continuaria existindo no mundo. Contando também com as adições dos roteiristas Nichelle Tramble Spellman (Justified, The Good Wife) e Malcolm Spellman (Empire), o projeto foi imediatamente recebido com críticas negativas nas redes sociais, com milhares de pessoas achando o conceito perigoso demais. A série estava planejada para estrear em 2018 ou 2019, após Benioff e Weiss completarem seu trabalho com Game of Thrones. Porém, após a controvérsia o projeto foi discretamente engavetado pela HBO, sem previsão de estreia. Agora, com um novo acordo da dupla com outros estúdios, Confederate provavelmente jamais verá a luz do dia (pelo menos na HBO).

FOTO: HBO

De acordo com as fontes, executivos da HBO se encontraram em termos legais com Benioff e Weiss e deixaram claro que não querem competir pela dupla devido aos valores astronómicos e os compromissos com Star Wars. Apesar disso, a dupla será creditada como produtores executivos nos spin-offs de Game of Thrones, embora ambos tenham rejeitado os convites para produzirem ou escreverem para esses projetos.

Se Benioff e Weiss forem para o Prime Video, eles se juntarão ao parceiro roteirista em Game of Thrones, Bryan Cogman (que escreverá a série O Senhor dos Anéis), assim como a produtores, roteiristas, diretores e atores conceituados como Joy e Nolan (Westworld), Jordan Peele (Corra, Nós), Nicole Kidman (Big Little Lies), Michael B. Jordan (Creed, Pantera Negra), Sharon Horgan (Catastrophe) e Neil Gaiman (American Gods, Good Omens).

Já a Netflix recentemente cancelou varias séries (Chambers, She’s Gotta Have It, Designated Survivor, Tuca and Bertie) e estaria no momento considerando os custos da produção novas séries vs. os custos da produção de novas temporadas de séries já existentes, e qual das duas opções é mais atraente para o seu público. O serviço de streaming também já tem acordos com Ryan Murphy (Pose, American Horror Story), Shonda Rhimes (Grey’s Anatomy, How To Get Away With Murder) e Kenya Barris (Black-ish).

Finalmente, a Disney tem um enorme estúdio de TV, com as adições da ABC e da FOX 21. As adições de Benioff e Weiss seriam muito bem-vindas para o serviço de streaming Disney+, que será inaugurado em novembro.

Os comentários estão desativados.

ss