FOTO: TELEVISION ACADEMY

Por: Allan Verissimo

Previsões Finais para o Emmy 2019

Dentro de alguns instantes começará o Emmy 2019, com transmissão no Brasil pela TNT, com comentários de Michel Arouca. Aqui estão as nossas previsões finais sobre os vencedores:

Melhor Série Cômica

Vai vencer: Veep
Explicando a escolha: Veep venceu pelos três últimos anos no qual concorreu. No ano passado, a série entrou em hiato devido ao tratamento da atriz Julia Louis-Dreyfus contra o câncer , e o vencedor foi The Marvelous Mrs. Maisel. Nesse ano, Maisel teve uma forte campanha da Amazon e ganhou seis Creative Emmy, ao passo que Veep, que está concorrendo pela sua temporada final, saiu de mãos vazias. Correndo por fora, está Fleabag, que caiu nas graças de muitos artistas de Hollywood (é só ver quantos atores e atrizes famosos elogiaram a série no Twitter) e venceu o Emmy de Melhor Casting, uma categoria importantíssima. E finalmente temos Barry, que ganhou Ator e Ator Coadjuvante no ano passado, obteve 17 indicações nesse ano e ganhou alguns Creative Emmy. Difícil, mas eu vou apostar na crença de que muitos dos votantes ainda devem utilizar a opção “piloto automático”, e arriscarei Veep.
Quem merecia vencer: Fleabag

Melhor Ator em Série Cômica

Vai vencer: Bill Hader (Barry)
Explicando a escolha: Venceu no ano passado, foi ainda mais elogiado no segundo ano de Barry, e nenhum dos seus concorrentes é forte o suficiente para derrotá-lo (a não ser que a Academia de TV tenha realmente uma queda por astros de cinema, o que beneficiaria Michael Douglas).
Quem merecia vencer: Bill Hader.

Melhor Atriz em Série Cômica

Vai vencer: Julia Louis-Dreyfus (Veep)
Explicando a escolha: Julia Louis-Dreyfus é amada por toda a Hollywood, já tendo vencido nessa categoria por todas as seis temporadas anteriores de Veep, e ganhou ainda mais a admiração do público por ter combatido o câncer durante a produção. Rachel Brosnahan venceu no ano passado por The Marvelous Mrs. Maisel, justamente quando Veep estava de hiato. E correndo por fora, temos Phoebe Waller-Bridge pelo fenômeno Fleabag. Ainda assim, apostarei em Louis-Dreyfus, já que muitos votantes provavelmente não irão querer quebrar a tradição/recorde de suas vitórias por Veep.
Quem merecia vencer: Julia Louis-Dreyfus

Melhor Ator Coadjuvante em Série Cômica

Vai vencer: Tony Shalhoub (The Marvelous Mrs. Maisel)
Explicando a escolha: Henry Winkler venceu no ano anterior por Barry, mas dessa vez ele está concorrendo com dois colegas de elenco, Anthony Carrigan e Stephen Root, o que pode causar uma divisão de votos. Tony Hale venceu em duas ocasiões anteriores por Veep e muitos votantes podem querer premiá-lo pela temporada final. O veterano Alan Arkin também tem chances, embora mais pelo seu nome do que pela popularidade de The Kominsky Method com os votantes (que parece ser pouca, já que apenas ele e Michael Douglas foram indicados). E Tony Shalhoub por The Marvelous Mrs. Maisel também é querido e ganhou em outras premiações. Apostarei nele.
Qual seria o meu voto: Anthony Carrigan (Barry)

Melhor Atriz Coadjuvante em Série Cômica

Vai vencer: Alex Borstein (The Marvelous Mrs. Maisel)
Explicando a escolha: Disputa acirradíssima entre Borstein e a veterana e recém-vencedora do Oscar Olivia Colman por Fleabag. Ambas as atrizes estão concorrendo com colegas de elenco de suas respectivas séries, o que torna tudo mais complicado. Apostarei em Borstein por já ter vencido no ano passado (e Colman terá novas chances no Emmy do ano que vem com The Crown).
Qual seria o meu voto: Anna Chlumsky (Veep)

Melhor Série Dramática

Vai vencer: Game of Thrones
Explicando a escolha: A temporada final de Game of Thrones dividiu radicalmente as opiniões da crítica e dos fãs na internet? Sem dúvida. Mas as 32 indicações que recebeu no Emmy 2019 parecem sugerir o contrário (embora verdade seja dita, as ausências de The Handmaid’s Tale, The Crown, Stranger Things, Westworld e Big Little Lies beneficiaram a fantasia épica da HBO). De qualquer forma, Game of Thrones venceu 10 Creative Emmy, incluindo a importante categoria de Melhor Casting, e nenhum dos outros candidatos parece ser forte o suficiente para derrotar os dragões.
Qual seria o meu voto: Better Call Saul, mas também ficaria feliz com Pose.

Melhor Ator em Série Dramática

Vai vencer: Billy Porter (Pose)
Explicando a escolha: Bob Odenkirk já teve quatro indicações consecutivas e os votantes do Emmy devem estar doidos para premiá-lo. Jason Bateman venceu o SAG. Os dois atores de This is Us, Sterling K. Brown (que já venceu há dois anos atrás) e Milo Ventimiglia, devem dividar os votos. E nos últimos 8 anos, os vencedores dessa categoria sempre foram pela sua primeira ou última temporada, o que beneficia Kit Harington e Billy Porter. Harington vencendo seria polêmico demais, ao passo que Porter é querido e protagoniza uma série elogiada e tematicamente relevante. Apostarei nele.
Qual seria o meu voto: Bob Odenkirk (Better Call Saul)

Melhor Atriz em Série Dramática

Vai vencer: Sandra Oh (Killing Eve)
Explicando a escolha: Quem assiste Killing Eve sabe muito bem que o trabalho de Jodie Comer é mais chamativo (e divertidíssimo), mas Sandra Oh recebeu mais amor das premiações de Hollywood, como o Golden Globes, Critics Choice e SAG. Apostarei em Oh… mas eu acredito que existe uma chance séria de rolar uma divisão tão forte de votos que beneficiaria outra das indicadas. Nesse caso, creio que seria Emilia Clarke, já que apesar da conclusão do arco de Daenerys ter sido bastante criticada, todos concordaram que a culpa foi mais do roteiro do que da atriz.
Qual seria o meu voto: Jodie Comer (Killing Eve)

Melhor Ator Coadjuvante em Série Dramática

Vai vencer: Peter Dinklage (Game of Thrones)
Explicando a escolha: Na duvida, vote sempre em Peter Dinklage, que já venceu por três temporadas de Game of Thrones e deve quebrar o recorde como o maior vencedor dessa categoria.
Qual seria o meu voto: Alfie Allen (Game of Thrones)

Melhor Atriz Coadjuvante em Série Dramática

Vai vencer: Lena Headey (Game of Thrones)
Explicando a escolha: Uma das categorias mais difíceis da noite. Temos QUATRO atrizes indicadas por Game of Thrones, e teoricamente as quatro devem anular os votos uma da outra. Isso beneficiaria Julia Garner e Fiona Shaw. Ainda assim, apostarei em Lena Headey por ser sua última chance de vitória após cinco indicações.
Qual seria o meu voto: Lena Headey

Melhor Série Limitada

Vai vencer: Chernobyl
Explicando a escolha: Disputa acirrada entre Chernobyl (HBO) e When They See Us (Netflix), que se tornaram fenômenos desde as suas estreias. Chernobyl ganhou sete Creative Emmys, mas When They See Us venceu justamente a importante categoria de Casting. Ainda assim, apostarei em Chernobyl.
Qual seria o meu voto: Chernobyl, mas When They See Us também merece.

Melhor Telefilme

Vai vencer: Black Mirror: Bandersnatch
Explicando a escolha: Apesar do amor da crítica por Deadwood, creio que Black Mirror leva, já que venceu nos dois anos anteriores.
Qual seria o meu voto: Black Mirror: Bandersnatch

Melhor Ator em Série Limitada

Vai vencer: Jharrel Jarome (When They See Us)
Explicando a escolha: Mais uma vez, uma disputa entre Chernobyl (Jared Harris) e When They See Us (Jharrel Jarome). Aposto em Jarome.
Qual seria o meu voto: Mahershala Ali (True Detective)

Melhor Atriz em Série Limitada

Vai vencer: Michelle Williams (Fosse/Verdon)
Explicando a escolha: Patricia Arquette e Amy Adams também podem surpreender, e vale lembrar que Arquette venceu o Golden Globes, SAG e Critics Choice por Escape at Dannemora. Mas as séries de ambas as atrizes foram exibidas no ano passado, ao passo que Williams se sai beneficiada, já que Fosse/Verdon deve estar mais fresco na memória dos votantes.
Qual seria o meu voto: Amy Adams (Sharp Objects)

Melhor Ator Coadjuvante em Série Limitada

Vai vencer: Ben Whishaw (A Very English Scandal)
Explicando a escolha: Venceu tudo até agora.
Qual seria o meu voto: Ben Whishaw (A Very English Scandal)

Melhor Atriz Coadjuvante em Série Limitada

Vai vencer: Patricia Clarkson (Sharp Objects)
Explicando a escolha: É a mais marcante das indicadas dessa categoria, e Sharp Objects não pode sair de mãos vazias. Ou será que pode?
Qual seria o meu voto: Patricia Clarkson (Sharp Objects)

Os comentários estão desativados.

ss