FOTO: WARNERMEDIA

Por: Bruno Carvalho

HBO Max será lançado em toda a América Latina, exceto Brasil

Em comunicado à imprensa hoje, a WarnerMedia informou que chegou a um acordo para comprar a participação minoritária da HBO Ole Partners (HBO Latin America). A transação, contudo, não inclui a HBO Brasil, que seguirá com estrutura própria.

Na prática, para o consumidor, isso significa que não teremos o lançamento do serviço de streaming HBO Max no país, embora ele chegará na América Latina. Também foi informado que não há prazo para que o Brasil seja incluído nas negociações.

“Temos a opção de adquirir os negócios no Brasil, mas não faremos isso no momento. Como dissemos, investimento direto adicional no Brasil não é atualmente atrativo para nós devido à incerteza regulatória existente no país. Apoiamos e continuamos otimistas quanto aos esforços em andamento para alterar a lei do SeAC de sorte a garantir que o setor de mídia tenha uma estrutura regulatória clara e previsível que promova o investimento e a inovação”.

Gherard Zeiler, CRO da WarnerMedia
FOTO: WARNERMEDIA

A lei a que Zeiler se refere é a Lei 12.485/2011, editada no governo Dilma Roussef, que impede a existência de propriedade cruzada, de forma que uma mesma empresa não pode produzir conteúdo e distribuí-lo na área de TV por assinatura. Como a AT&T (dona da Sky) comprou a WarnerMedia, há um conflito regulatório que precisa ser resolvido.

O Governo atual já indicou rever a Lei, que inclusive impacta as operações da FOX por conta da aquisição pela Disney, mas não há prazo para que isso se concretize.

Assim, por enquanto o Brasil não terá acesso ao HBO Max, que será uma oferta conjugada entre produtos HBO e Warner e terá com exclusividade no streaming séries como Friends, The Big Bang Theory e também séries originais. Isso pode significar que o acordo de streaming destas séries seguirá com terceiros no país (hoje Friends está na Netflix) e The Big Bang Theory no Globoplay).

A HBO opera no Brasil desde 1994.

Os comentários estão desativados.

ss